A seleção brasileira de basquete feminino teve muita dificuldade no início da decisão da Copa América, mas se recuperou e venceu a Argentina neste domingo por 71 a 48, sagrando-se campeã invicta do torneio, disputado em Cuiabá. O Brasil não era campeão da competição desde 2001.

O grande destaque brasileiro neste domingo foi Sílvia, cestinha da partida com 18 pontos após sair do banco de reservas. A pivô Alessandra também teve grande atuação, com 12 pontos e 12 rebotes – o Brasil conquistou 30 durante toda a partida.

“Fui bem hoje (domingo). O Paulo foi muito feliz quando disse que cada jogo seria dia de alguém”, afirmou Sílvia para a Sportv. A jogadora também elogiou o time adversário. “É um clássico do basquete sul-americano, a Argentina é um grande time e não foi à toa que chegou para disputar esse título”.

Mas a vitória só foi possível após o Brasil se recuperar de um primeiro quarto terrível. Errando muito, a equipe de Paulo Bassul parecia pouco inspirada e, acumulando arremessos equivocados, fechou perdendo por 13 a 7. Na sequência, foi a vez das adversárias travarem. Sem pontuar nos primeiros sete minutos do segundo quarto, a Argentina permitiu a reação brasileira, que encerrou o primeiro tempo vencendo por 25 a 21.

O Brasil voltou mais calmo com a vantagem, trabalhando mais a bola e controlando os erros. Os arremessos de fora também começaram a cair e o placar disparou – ao término do terceiro quarto, já marcava 50 a 36. A partir daí, as brasileiras só administraram a partida e fecharam em 71 a 48.

Ainda neste domingo, a seleção canadense venceu Cuba por 59 a 49, ficou na terceira colocação da Copa América e garantiu vaga no Mundial de 2010, na República Checa. A partida só foi definida na prorrogação, após as equipes empatarem o tempo normal em 48 a 48.