Com uma dose extra de emoção e mesmo sem apresentar seu melhor futebol, o Brasil estreou com vitória na Copa do Mundo de 2014. Sem brilhantismo, a seleção brasileira venceu a Croácia com dificuldades por 3×1, ontem à tarde, no Itaquerão e somou seus primeiros pontos do Mundial. Com o primeiro triunfo garantido, o time comandado por Felipão volta a campo na terça-feira, para enfrentar o México, às 16h, na Arena Castelão, em Fortaleza.

O Brasil deu um grande passo para a vitória antes mesmo de a bola rolar. Na execução do hino nacional brasileiro, torcida brasileira e jogadores formaram um coro que desabrochou o sentimento patriota de todo o povo brasileiro e fortaleceu ainda mais a seleção de Luiz Felipe Scolari para a estreia. Mas apesar do clima propício para o Brasil deslanchar e cravar a sua primeira vitória na Copa do Mundo, a Croácia entrou em campo disposta a estragar a festa brasileira. Com uma marcação eficiente e explorando bem os espaços deixados pelo time de Felipão, o selecionado do leste europeu, fez o primeiro e calou o Itaquerão aos 11 minutos, quando Marcelo fez contra depois do cruzamento de Modric.

Apesar da pressão, o Brasil conseguiu equilibrar o jogo e foi com tudo em busca do empate e para, sobretudo, voltar a fazer a torcida brasileira sorrir. Depois de perder pelo menos três chances, o time brasileiro, enfim, conseguiu o empate aos 29 minutos. Na arrancada de Neymar, até então apagado, o camisa 10 bateu no canto e venceu o goleiro Pletikosa pela primeira vez. Apesar do abatimento do time croata, a seleção de Felipão, com mais posse de bola, deixou todas as emoções para a etapa final de partida.

Sem a mesma pegada do primeiro tempo, o Brasil foi facilmente controlado pela Croácia, que voltou ainda eficiente na marcação. Sem criar grandes oportunidades para virar o jogo, a seleção brasileira conseguiu o segundo gol aos 24 minutos em um lance duvidoso. O árbitro japonês Yuichi Nishimura, aquele mesmo que apitou a eliminação brasileira para a Holanda na Copa de 2010, marcou pênalti de Lovren em Fred. Neymar não bateu tão bem como de costume, mas fez o segundo e virou o jogo.

A partir daí, o time croata, até então com um forte sistema de marcação, teve que se soltar e passou pressionar a insegura defesa brasileira. A Croácia criou pelo menos três boas chances de empatar o jogo. Mas no país do futebol, quem não faz toma. No contra-ataque rápido, aos 45 minutos, Oscar bateu de bico, fez o terceiro e cravou a primeira vitória brasileira na Copa do Mundo.

FICHA TÉCNICA

BRASIL 3 x 1 CROÁCIA

BRASIL – Julio Cesar; Daniel Alves, Thiago Silva, David Luiz e Marcelo; Luiz Gustavo, Paulinho (Hernanes) e Oscar; Neymar (Ramires), Hulk (Bernard) e Fred. Técnico: Luiz Felipe Scolari.

CROÁCIA – Pletikosa; Srna, Corluka, Lovren e Vrsaljko; Raktic, Modric e Kovacic (Brozovic); Olic, Perisic e Jelavic (Rebic). Técnico: Niko Kovac.

GOLS – Marcelo (contra), aos 10, e Neymar, aos 28 minutos do primeiro tempo; Neymar (pênalti), aos 25, e Oscar, aos 45 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS – Neymar e Luiz Gustavo (Brasil); Corluka e Lovren (Croácia).

ÁRBITRO – Yuichi Nishimura (Fifa/Japão).

RENDA E PÚBLICO – Não disponíveis.

LOCAL – Estádio Itaquerão, em São Paulo (SP).