A neve e a falta de quadras suficientes para treinamentos foram os principais inimigos da equipe brasileira no primeiro dia em Helsinborg, na Suécia, para o confronto do próximo fim de semana pela Copa Davis. Pouco habituados ao frio sueco, os tenistas do Brasil tiveram dificuldade de adaptação. Além disso, a inexistência de uma quadra oficial, na mesma superfície de Taraflex em que serão disputadas as partidas, causou certa surpresa no time do País, que teve de improvisar e buscar outras alternativas.

A escolha de quadra rápida e o frio intenso fazem parte do jogo, mas a Federação Sueca de Tênis praticamente ignorou a presença dos brasileiros em Helsinborg. Com uma neve forte durante todo o domingo, os tenistas do Brasil sofreram para encontrar um local para treinar. A equipe teve de viajar mais de 20 km para chegar a uma localidade próxima, caminhando por uma estrada perigosa, escorregadia, cheia de neve.

O técnico Ricardo Acioly tomou a decisão certa ao cancelar parte do treinamento da tarde, evitando que os tenistas tivessem de viajar por uma estrada perigosa.

Sá e Saretta disputam vaga na equipe titular

André Sá ou Flávio Saretta? Os dois disputam a vaga como o segundo jogador de simples da equipe brasileira da Copa Davis, formando a posição de titular ao lado de Gustavo Kuerten no confronto com a Suécia, a partir de sexta-feira. O técnico Ricardo Acioly garante não ter dúvida sobre quem irá jogar, mas, como costuma acontecer no futebol, disse que só anunciará o time “momentos antes da partida”.

“Tenho tudo muito claro na minha cabeça e não tenho qualquer dúvida em quem vou escalar”, avisou Acioly. “Mas vou preferir mesmo esperar esta semana para anunciar. Não por uma questão técnica, mas sim tática, evitando passar informações aos adversários.”

Acioly parece guardar o segredo tão bem que nem mesmo os jogadores estão sabendo quem vai jogar. Até agora, André Sá estaria como titular para jogar simples e duplas ao lado de Guga mas o tenista mineiro não se mostra muito preocupado. “Já não sou mais um novato na equipe”, disse. “Passei por situações parecidas antes e mesmo sem certeza da minha escalação estou tranqüilo e vou me empenhar bastante nesta semana, para merecer um lugar de titular na sexta-feira.”