Atuais líderes do ranking mundial, Bruno Schmidt e Pedro Solberg perderam nesta quinta-feira a segunda partida da dupla no Mundial de Vôlei de Praia, que está sendo jogado em Stare Jablonki (Polônia). Apesar da campanha de duas derrotas e só uma vitória na fase de grupos, os brasileiros avançaram para os mata-matas, que começam sexta-feira.

Apesar dos tropeços de Bruno e Pedro, o Brasil colocou suas quatro duplas na segunda fase da chave masculina do Mundial – já havia conseguido o mesmo feito no feminino. Mas apenas uma dessas parcerias, Alison/Emanuel, avançou invicta. Os brasileiros defendem o título conquistado em Roma, há dois anos.

Nesta quinta, Alison fez incríveis 27 pontos na vitória sobre os letões Plavins e Peda por 2 a 0, parciais de 21/17 e 21/11. “Um grande time cresce durante a competição. Nosso primeiro jogo foi muito difícil, no segundo jogo, o W.O. (da dupla italiana) nos ajudou com relação ao descanso e também para estudarmos os letões. O Plavins foi eleito o melhor defensor da Olimpíada. Mas acho que usamos bem a nossa folga e fizemos o melhor”, analisou o “Mamute”.

Favoritos ao título, os campeões brasileiros Bruno Schmidt e Pedro Solberg perderam a segunda partida da fase de grupos, diante dos espanhóis Herrera e Gavira, por 2 a 0 (21/17 e 21/18). Eles só avançaram porque os oito melhores terceiros colocados (entre 12 chaves) também passaram de fase.

Também pelo Grupo E, Evandro e Vitor Felipe atropelaram os holandeses Van Dorsten e Elferink com uma vitória por 2 a 0, parciais de 21/13 e 21/14, e terminaram em segundo na chave. Já Ricardo e Álvaro Filho, que já estavam classificados, tropeçaram nos austríacos Doppler e Horst por 2 a 1, parciais de 21/19, 19/21 e 15/12.