O Brasil passou em branco no primeiro de dois dias de finais da etapa de Anadia da Copa do Mundo de Ginástica Artística, em Portugal. Tanto Sergio Sasaki, no cavalo com alças, quanto Lorrane Oliveira, nas barras assimétricas, ficaram foram do pódio. No domingo, o Brasil faz mais seis finais.

Depois de uma boa apresentação na quinta-feira no cavalo com alças, nas eliminatórias, quando recebeu nota 15,150, desta vez Sasaki não competiu bem. Recebeu apenas 12,000 dos árbitros e terminou em oitavo e último lugar.

Já Lorrane Oliveira teve um desempenho parecido com o das eliminatórias, recebeu 13,550, apenas 0,050 a mais do que na quinta-feira, e terminou no quinto lugar. Na fase de classificação, ela havia ficado exatamente em quinto.

No domingo, Flávia Saraiva e Rebeca Andrade disputam as finais tanto do solo quanto da trave. Nos dois aparelhos elas avançaram com a primeira e a segunda melhores notas, respectivamente. Já Sergio Sasaki disputa finais no salto e nas barras paralelas. Na barra fixa, na sexta, ele competiu mal e não foi à final.

Arthur Nory Mariano também estava convocado para competir em Anadia, mas foi poupado, de acordo com a comissão técnica. Jade Barbosa, por sua vez, até está em Portugal com a equipe feminina, mas também foi preservada pelos treinadores.