O Brasil decepcionou a torcida que compareceu no Estádio Morenão, em Campo Grande (MS), na despedida das Eliminatórias Sul-Americanas da Copa do Mundo de 2010. Já classificada para o Mundial, a seleção fez um jogo preguiçoso e empatou sem gols contra a Venezuela, que não irá para a África do Sul.

Apesar da boa campanha no torneio, o Brasil amargou nesta quarta-feira seu quarto empate em casa, todos sem gols. Antes, já havia ficado no 0 a 0 contra Argentina, Colômbia e Bolívia.

O técnico Dunga fez algumas experiências no confronto e promoveu a estreia do lateral-esquerdo Felipe Luís, que não fez uma grande exibição. No ataque, Nilmar mais uma vez jogou ao lado de Luís Fabiano.

A partida começou com as duas equipes tocando a bola no meio-campo, mas sem criarem muito no setor ofensivo. E a primeira chance foi dos venezuelanos, aos 21 minutos, em um escanteio cobrado por Maldonado que quase resultou em um gol olímpico.

Nos 15 minutos finais do primeiro tempo, Luís Fabiano criou três boas oportunidades. Primeiro ele chutou com perigo uma falta rolada por Kaká. Na sequência, Maicon cruzou e o atacante encobriu o goleiro de cabeça, mas a bola saiu por cima do travessão. E por fim, recebeu passe de Ramires, tentou driblar o goleiro e caiu, reclamando muito por supostamente ter sido derrubado pelo goleiro. O árbitro nada marcou.

Logo no início do segundo tempo, o Brasil quase abriu aos 7 minutos em uma cabeçada de Gilberto Silva, que acertou a trave. Mas a partida diminuiu de ritmo e a seleção brasileira só voltou a ter outra chance nos acréscimos, em chute rasteiro de Kaká que também foi na trave.

Bravo com a atuação da arbitragem, o técnico Dunga incitou a torcida a protestar e foi advertido pelo quarto árbitro durante a partida. A seleção completou seu segundo jogo sem vitória, pois no domingo havia sido superada pela Bolívia, em La Paz.

A seleção brasileira termina as Eliminatórias da América do Sul com nove vitórias, sete empates e apenas duas derrotas, com 34 pontos conquistados. Miranda, que foi expulso após dar uma cotovelada em Maldonado, estará fora do primeiro jogo da Copa do Mundo se for convocado.

O Brasil só voltará a entrar em campo pelas Eliminatórias em 2015 ou 2016, quando tentará se classificar para a Copa de 2018. Para o Mundial de 2014 está previamente classificado, pois sediará a competição.

FICHA TÉCNICA:

Brasil 0 x 0 Venezuela

Brasil – Júlio César; Maicon, Luisão, Miranda e Filipe Luís (Alex); Gilberto Silva, Lucas, Ramires (Elano) e Kaká; Nilmar e Luís Fabiano (Diego Tardelli). Técnico: Dunga.

Venezuela – Vega; Chacón, Vizcarrondo, Rey e Granados; Di Giorgi, Rincón (Seijas), Lucena e Arango (Fedor); Maldonado e Moreno (Rondón). Técnico: Cesar Farías.

Árbitro – Victor Carrillo (Peru).

Cartão amarelo – Chacón, Luís Fabiano, Vizcarrondo, Luisão, Di Giorgi, Granados e Seijas.

Cartão vermelho – Miranda.

Renda – R$ 2.562.925,00.

Público – 23.746 pessoas.

Local – Estádio Morenão, em Campo Grande (MS).