Mais uma vez, Brasil, Argentina e Estados Unidos dominaram a luta pelas medalhas na patinação artística. No torneio masculino, Marcel Sturmer, do Brasil e Daniel Arriola, da Argentina repetiram a disputa acirrada pela medalha de ouro dos Jogos de Santo Domingo 2003. E como na edição passada, o brasileiro ficou com o ouro e o argentino, com a prata. Sturmer cravou 389,1 pontos, enquanto Arriola só conseguiu 376,6 pontos. O estreante em Jogos Pan-americanos Josh Rhoads, dos Estados Unidos terminou com o bronze.

A medalha de ouro argentina veio na categoria feminina. Depois de três medalhas de prata consecutivas na categoria, a Argentina finalmente superou os Estados Unidos, campeão das últimas edições. A responsável pela façanha foi Leila Vanzulli, que derrotou a americana Abigail Burris e a brasileira Juliana Almeida medalhas de prata e bronze, respectivamente.
 
Individual feminino
 
O programa curto, realizado no sábado, dia de estréia da competição, apresentou os representantes dos nove países que patinariam em busca do ouro. Com peso de 25% na nota final que decide a competição, o dia indicou um ligeiro favoritismo de Abigail Burris, dos Estados Unidos, Leila Vanzulli, da Arentina e Marisol Villarroel, do Chile, que terminaram a prova nas três primeiras colocações.
 
No entanto, na prova deste domingo, o programa longo, responsável por 75% do peso da nota final, apresentou uma surpresa. Com uma coreografia inspirada no tango, a jovem brasileira Juliana Almeida, de 16 anos, arrancou aplausos e boas notas, que a colocaram em condições de brigar pelo ouro. Com avaliações que variavam entre 8,3 e 9,3, Juliana fechou a exibição com 341,6 pontos.
 
Líder da competição até o momento, Abigail Burris teve uma apresentação pior do que Juliana no segundo dia de competição, mas, favorecida pela performance no programa curto, superou a brasileira por dois décimos de ponto: 341,8 contra 341,6. Outra concorrente por um lugar no pódio, a chilena Marisol lembrou uma encantadora de cobras, mas não conseguiu repetir a boa colocação do primeiro dia e ficou em quinto lugar geral com um total de 326,6 pontos.
 
Depois de saber o resultado de todas as concorrentes, a argentina entrou em cena. Mesmo com a pressão de ter de conseguir um bom resultado, Leia Vanzulli fez uma apresentação impecável, que arrancou notas dos juízes que variaram entre 9,0 e 9,9, e ficou com o ouro, somando 369,7 pontos.
 
Individual masculino
 
Um duelo sobre patins marcou a final da patinação masculina neste domingo. Marcel Sturmer e Daniel Arriola, que haviam ficado em primeiro e segundo lugar, respectivamente, na apresentação do programa curto, repetiram as boas exibições do dia anterior e a disputa acirrada. O ouro foi definido a favor do brasileiro por uma diferença de apenas 12,5 pontos, repetindo o resultado do duelo entre os dois nos Jogos de Santo Domingo 2003.  
 
Quinto entre os oito participantes a se apresentar na noite deste domingo, Arriola buscou inspiração na luta de um escravo pela liberdade e fez uma exibição que arrancou ovações da platéia. No fim, o patinador argentino, feliz com a recepção, presenteou o público com uma brasileiríssima sambadinha. Nas notas, Arriola somou 376,6 pontos e ficou na expectativa do americano Josh Rhoads e do brasileiro Sturmer, que também haviam feito boas apresentações na noite anterior.
 
Rhoads errou alguns rodopios e não chegou a ameaçar Arriola nem Sturmer, fechando o programa longo com 359,5 pontos e a medalha de bronze. Último competidor do dia, o brasileiro exibiu-se ao som de samba e bossa nova e lembrou, em sua coreografia, alguns esportes dos Jogos Pan-americanos. A apresentação empolgante e correta rendeu 389.1 pontos e o primeiro lugar no pódio.