Favorito e jogando em casa, com Guga e cia, o Brasil inicia nesta sexta-feira seu caminho de volta ao Grupo Mundial da Copa Davis, a elite do tênis, onde se mantém desde 1997. É preciso vencer este play off – repescagem – para estar entre as 16 melhores equipes do planeta na competição em 2003.

O adversário é o Canadá, sem nenhum jogador sequer entre os cem primeiros do ranking mundial. E a equipe brasileira  sem saber onde pisa, toma todos os cuidados para não ser surpreendida pelo desconhecido. O confronto começa às 10 horas, na quadra montada no clube Marapendi, na Barra da Tijuca, para seis mil pessoas, com transmissão do Sportv. 

A responsabilidade de abrir os jogos fica, mais uma vez, nas mãos de Fernando Meligeni, que vai enfrentar Frank Dancevic, apenas o número 466 na classificação da ATP. Logo depois, Gustavo Kuerten terá pela frente Daniel Nestor, um especialista em duplas – número 1 do mundo da modalidade – e apenas o 622 no ranking de simples. ?É um cara chato de se jogar?, concluiu Guga, após o sorteio dos jogos realizado ontem pela manhã no hotel Meliá, na Barra.