Depois de quatro goleadas seguidas, a seleção brasileira estreou na segunda fase da Copa do Mundo de futsal com uma vitória apertada sobre o Irã, por 1 a 0, neste sábado (11), no Maracanãzinho, no Rio de Janeiro. Com a vitória, os brasileiros assumiram provisoriamente a liderança do Grupo E. Ucrânia e Itália, da mesma chave, se enfrentam ainda neste sábado.

Como aconteceu nas partidas da primeira fase, o Brasil iniciou o jogo com Falcão no banco de reservas. O melhor do jogador só entrou em quadra aos 6 minutos de jogo. Mas também teve dificuldade para sair da forte marcação iraniana. O primeiro tempo ficou marcado pelas chances desperdiçadas pelos brasileiros.

O placar só foi modificado com jogada individual de Schumacher, que marcou aos 2 minutos. Na seqüência, o Brasil parou nas boas defesas do goleiro Mostafa Nazári. Na segunda etapa, os iranianos, que empataram por 3 a 3 com a Espanha, atual campeã do mundo, apertaram ainda mais a marcação. E, novamente, os brasileiros perderam boas oportunidades para ampliar o marcador.

Acostumada as goleadas da primeira fase, a torcida chegou a reclamar e gritou “queremos gol”. “Na segunda fase só vai ter jogo difícil. O Irã não veio para jogar, mas só para se defender”, declarou o fixo Schumacher à Sportv, após a partida.

A próxima partida será com a Itália, atual vice-campeã, neste domingo, às 10h30, novamente no Maracanãzinho. “A Itália tem mais qualidade, principalmente na parte técnica. Mas será um jogo difícil também”, avisou Schumacher.