Com dois gols da atacante Dayane, do Novo Mundo, a Seleção Brasileira Feminina Sub-19 goleou o Paraguai por 5×2, sábado a noite, em Angra dos Reis, se sagrando campeã, na emocionante decisão do quadrangular final do Campeonato Sul-Americano da categoria, garantindo sua ida ao Mundial Sub-19, em agosto nas Filipinas.

As paraguaias saíram na frente com gol de Anabel aos 23 iniciais. Dayane empatou aos 27? e Maurini virou para o Brasil aos 29?. No 2.º tempo, Jéssica empatou de novo para o Paraguai. Dayane fez 3×2 para o Brasil, aos 38?, de pênalti, desmontando as adversárias. Deu tempo ainda para Tatiana, aos 47? e Elaine, aos 48? completar a goleada.

Brasil (campeão): Kelly; Tatiana, Thaiane, Gládis e Danieli Silva; Daniele Serrão, Renata Lobo, Maurini e Kelly Silva; Cris e Dayane. Completaram na conquista: Gabi (goleira), Carla, Michelly, Tamires, Caroline, Luana e Elaine. Técnico: Nelson Rodrigues da Cunha.

Paraguai (vice): Ana; Carmem, Maria Noelia, Carmem Soto e Lurdes; Lorena, Nádia, Adriana e Mônica; Jéssica e Anabel. Banco: Hilda, Diana, Letícia, Santa Cruz, Dias, Silvia e Deise.

Revelação

Dayane foi escolhida pela Confederação Sul-Americana de Futebol a revelação da competição, pelas assistências e principalmente pelos 4 gols, que a tornaram artilheira da competição. Outra revelação foi a atacante equatoriana Mônica, de apenas 14 anos.

Sueli

Na disputa do 3.º lugar, o Equador venceu a Bolívia por 2×1, com dois gols de Camacho, descontando a boliviana Sanches. Esta partida foi arbitrada pela paranaense Sueli Terezinha Tortura, a pedido das próprias seleções ao comitê organizador.

Segundo Hildo Nejar, vice-presidente e Carlos Alarcon, diretor do Departamento de Árbitros da Confederação Sul-Americana de Futebol, Sueli é presença certa no mundial, quando agosto chegar. Sabe-se que só há uma vaga na arbitragem para o Brasil.