O Botafogo vai voltar, neste sábado, ao palco onde perdeu sua mais recente chance de retornar à Copa Libertadores. Foi na Ressacada, em Florianópolis, que o time alvinegro foi eliminado pelo Avaí, nas oitavas de final da Copa do Brasil deste ano, e viu ser frustrado o sonho do título e da classificação à competição continental. Seis meses depois, a equipe carioca volta a sonhar.

Uma vitória sobre o Avaí, às 18h deste sábado, coloca o Botafogo na liderança do Brasileirão, jogando pressão sobre Corinthians e Vasco, que só entram em campo no domingo. O sonho do título é latente, mas Loco Abreu deixa claro que o Botafogo que a equipe pensa na Libertadores, disputada pela última vez em 1996.

“Claro que não queremos ficar só por aí. Queremos o título, mas sentimos que o torcedor quer muito essa vaga na Libertadores”, disse Abreu.

O uruguaio deve voltar a ter como companheiro de ataque em Santa Catarina o argentino Herrera, que foi preterido pelo meia Felipe Menezes nos jogos contra Corinthians e Santos. Como a formação da derrota de quarta-feira na Vila Belmiro não agradou a Caio Júnior, o Botafogo deve voltar a ter dois atacantes contra o Avaí.