Rio – Este ano, o Botafogo ainda não reeditou as boas atuações de 2003, quando conseguiu voltar à Primeira Divisão do campeonato brasileiro. Hoje, contra o Friburguense, às 20h30, no Caio Martins, pelo segundo turno do campeonato carioca, o Alvinegro quer mudar este quadro e dar a largada para a conquista da Taça Rio e, assim, disputar a grande final com o Flamengo.

O técnico Levir Culpi considera o jogo de hoje e a partida com o América, no domingo, também em Caio Martins, importantíssimas nas pretensões do Botafogo em conquistar uma das vagas nas semifinais. O confronto do fim de semana será o último no estádio nesta fase e, segundo o treinador, ganhar os seis pontos vai dar mais tranqüilidade nas rodadas seguintes.

Para derrotar o Friburguense, Levir Culpi decidiu realizar uma mudança no ataque alvinegro. Motivado pelas vaias ao atacante Dill, durante o clássico com o Fluminense, o treinador optou por Delanir como companheiro de Almir na frente.

A escalação de Delanir também visa sanar um outro problema da equipe: a falta de um atacante especializado em jogadas aéreas. Desde que perdeu Leandrão, Levir Culpi reclama desta carência do Botafogo. O atleta, por sua vez, reconhece que ainda precisa melhorar neste fundamento. “Sei que vou ser cobrado pela minha alta estatura. Estou aprimorando as cabeçadas nos treinamentos.”

Outros jogos

O América recebe o Olaria, às 16 horas, no Estádio Giulite Coutinho, em Édson Passos. Já o Americano vai até Conselheiro Galvão para enfrentar o Madureira, também às 16 horas.

Botafogo x Friburguense

Local: Caio Martins. Horário: 20h30. Árbitro: Ubiraci Damasio

Botafogo: Jéfferson; Ruy, Sandro, João Carlos e Jorginho Paulista; Fernando, Túlio, Valdo e Camacho; Delanir e Almir. Técnico: Levir Culpi.

Friburguense: Zé Romário; Sérgio Gomes, Cadão, Max e Juninho; Bidu, Jean, Abedi e Marquinhos; Ziquinha e Sharlei. Técnico: Roy.