O Botafogo levou a melhor no confronto direto contra a Ponte Preta e venceu por 4 a 1 no Estádio Santa Cruz, em Ribeirão Preto, pela 26.ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro.
Com o resultado, o time da casa subiu para 39 pontos, ocupando a quarta colocação. No entanto, Operário e Coritiba, que ainda jogam na rodada, podem retomar a posição dentro do G4.

A Ponte Preta, com 35 pontos, fica estacionada na décima colocação e perde a oportunidade de se aproximar ainda mais da briga pelo acesso.

O Botafogo já começou a toda velocidade e, logo na primeira jogada de ataque, aos dois minutos de jogo, Marlon Freitas arrancou pelo meio e arriscou um belo chute cruzado para abrir o placar.

A Ponte tentou responder, mas aos 16 minutos sofreu o segundo gol em contra-ataque. O Botafogo trabalhou a bola rapidamente de pé em pé até chegar em Murilo Henrique, que bateu na saída do goleiro Ivan.

Ainda na primeira etapa, Roger puxou Marlon Freitas dentro da área e a árbitra Edina Alves Batista marcou pênalti. O próprio Marlon Freitas cobrou com categoria e marcou o terceiro do Botafogo.

A Ponte Preta só respondeu na segunda etapa. Aos 21 minutos, Dadá fez bela jogada individual para cima de Lucas Mendes e também foi derrubado na área. Roger cobrou deslocando o goleiro e descontou.

No entanto, o Botafogo logo voltou a marcar. Quatro minutos mais tarde, Dodô invadiu a área pela direita e fez o quarto gol do time da casa, dando números finais à partida.

Os dois times voltam a campo na próxima terça-feira, pela 27.ª rodada da Série B. O Botafogo recebe o Figueirense em mais uma partida no Santa Cruz, enquanto a Ponte Preta joga contra o Londrina no Moisés Lucarelli, em Campinas.

FICHA TÉCNICA

BOTAFOGO-SP 4 X 1 PONTE PRETA

BOTAFOGO-SP – Darley; Lucas Mendes, Luiz Otávio, Didi e Pará; Pablo, Higor Meritão (Leonan), Marlon Freitas e Murilo Henrique (Nadson); Júlio César (Dodô) e Bruno Moraes. Técnico: Hemerson Maria.

PONTE PRETA – Ivan; Arnaldo, Renan Fonseca, Reginaldo e Henrique Trevisan; Edson, Lucas Mineiro (Camilo), Gerson Magrão e Renato Cajá (Bill); Vico (Dadá) e Roger. Técnico: Gilson Kleina.

GOLS – Marlon Freitas, aos 2 e aos 48, e Murilo Henrique, aos 16 minutos do primeiro tempo; Roger, aos 21, e Dodô, aos 25 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO – Edina Alves Batista (SP).

CARTÕES AMARELOS – Dodô (Botafogo-SP); Henrique Trevisan e Vico (Ponte Preta).

RENDA – R$ 36.510,00.

PÚBLICO – 3.510 pessoas.

LOCAL – Estádio Santa Cruz, em Ribeirão Preto.