Ocupante da zona de rebaixamento no Campeonato Brasileiro, o Botafogo está preocupado com sua fragilidade defensiva. Por isso, a diretoria segue trabalhando no esforço de encontrar bons reforços para a zaga. As conversas com Márcio Rosário, do Al-Jazira, dos Emirados Árabes, estão avançadas e a expectativa é de que a negociação tenha um final feliz para o alvinegro na próxima semana.

Rosário, de 26 anos, atuou em clubes de menor expressão do futebol brasileiro, o último deles o América-RN. Além dele, outros nomes estão em vista, como o de Anderson, ex-Corinthians e atualmente no Lyon, da França. Mas nenhuma conversa foi iniciada até o momento, apesar de Joel ter dado sinal verde à diretoria para contratá-lo. Outros dois defensores estrangeiros estão no radar. Joel quer agilidade nas negociações. Ele ligou o sinal de alerta no Botafogo.

“Nossa posição é incômoda. A luz vermelha acendeu. Temos que ficar preocupados, sim. Mas uma vitória pode nos fazer subir na tabela. Temos que tirar o clube dessa situação aos poucos”, disse o treinador, com bom humor, apesar de sua equipe não vencer há oito rodadas. No domingo, o Botafogo, com 12 pontos e em 17º lugar, tenta se recuperar contra o Vitória, no Barradão, às 16 horas.