Rio – O Botafogo confirmou seu favoritismo ao derrotar ontem a Cabofriense por 3 a 1 e conquistar o título da Taça Rio – 2.º turno do Carioca. Com um futebol envolvente, a equipe poderia até ter goleado o surpreendente rival, tamanha a facilidade para chegar à área adversária. A torcida alvinegra, que lotou o Maracanã, soltou o grito de campeão aos 19 minutos do primeiro tempo, quando o time já vencia por 3 a 0.

Agora, o Botafogo faz contra o Flamengo, no Maracanã, as duas partidas da grande decisão estadual. A primeira será disputada no próximo domingo, às 16h. E a segunda, no dia 6 de maio, no mesmo horário. Antes, no meio de semana, o Alvinegro recebe o Coritiba, no Maracanã, no jogo de volta das oitavas-de-final da Copa do Brasil – venceu no Paraná por 1 a 0.

O volante Túlio fez 1 a 0 num chute de primeira, aos 11 minutos. Logo em seguida, o atacante Dodô foi autor de mais uma obra-prima.

A festa ficou completa com o terceiro gol, marcado por Zé Roberto. A euforia nas arquibancadas não diminuiu com o gol de cabeça de Willian, aos 25 minutos: 3 a 1.

Na segunda etapa, um lance inusitado chamou a atenção.

O zagueiro Cléberson deu um beijo no rosto do árbitro Ubiraci Damásio enquanto reclamava de uma marcação de falta e levou cartão amarelo.