O clássico entre Botafogo e Fluminense, neste domingo, às 17 horas, no estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda (RJ), prometia mais emoções e badalação há algumas semanas, quando os dois times despontavam como sérios candidatos ao título do Campeonato Brasileiro. O clube alvinegro esteve próximo da liderança e depois sofreu queda repentina, acumulando derrotas. Já o time tricolor se manteve na disputa pelo título até a rodada anterior, quando perdeu para o Vasco e viu ruir a possibilidade de conquistar o bicampeonato.

Agora, os dois se enfrentam com poucas ambições. Ao Botafogo resta vencer o confronto e torcer por uma combinação de resultados para chegar à Copa Libertadores de 2012. Tarefa muito complicada: tem de somar três pontos e contar com tropeços de Coritiba, Internacional, São Paulo e Figueirense. Nem mesmo o técnico interino Flávio Tenius acredita em uma vaga ao torneio internacional.

Já o Fluminense precisa pelo menos empatar para ver garantida a sua vaga na fase de grupos da Libertadores. Se perder o jogo e o Flamengo derrotar o Vasco, o time das Laranjeiras vai disputar a fase preliminar da competição continental. Para quem imaginava chegar à rodada final em condições de vencer o Brasileirão, tentar a terceira ou a quarta colocação parece um objetivo de menor apelo.

Mas não é isso o que o técnico Abel Braga tentou transmitir para seus atletas durante a semana. “Relaxar só depois do último jogo. Antes, temos a obrigação de conseguir resultado que nos assegure numa posição de destaque na Libertadores”, declarou. Ao Fluminense há outra disputa em jogo. O atacante Fred vai tentar marcar dois ou mais gols para se igualar a Borges ou superá-lo na artilharia da competição.