Usain Bolt, que comandou neste sábado o revezamento 4x100m jamaicano na conquista da medalha de ouro e de um novo recorde mundial, afirmou que não sabe se estará nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro em 2016.

 

“Estive pensando nisso e acho que vai ser muito duro. Yohan (Blake) vem muito forte e tenho certeza que também surgirão outros jovens. Veremos o que acontece nos próximos quatro anos”, disse após a vitória do quarteto jamaicano no revezamento.

 

Em relação à corrida, Bolt declarou que “sempre experimenta uma bela sensação ao terminar assim”.

“Vencemos no ano passado (no Mundial de Daegu) e para mim é uma sensação maravilhosa. A equipe deu o seu melhor. Sabia que um novo recorde mundial era possível”, concluiu.