O sonho de ter uma final brasileira no Torneio de Gstaad, na Suíça, não se concretizará, mas o País pode comemorar a classificação de Thomaz Bellucci à decisão. Enquanto Marcos Daniel acabou derrotado pelo alemão Andreas Beck, Bellucci conseguiu uma vitória com autoridade sobre o russo Igor Andreev. Neste sábado, o paulista venceu Andreev por 2 sets a 0, com parciais de 6/4 e 7/5, em 1h38 de jogo.

Depois de eliminar o suíço Stanislas Wawrinka, primeiro cabeça de chave da competição, logo na segunda rodada, Bellucci superou neste sábado o terceiro favorito em Gstaad. Apesar da vitória por sets diretos, o jogo contra Andreev foi equilibrado, com apenas três possibilidades de quebra. O brasileiro salvou a chance criada pelo russo, e aproveitou as duas que teve para confirmar a vitória nas duas parciais.

Na final em Gstaad, Bellucci terá pela frente o atual 51.º colocado no ranking da ATP. Andreas Beck eliminou o número 1 do Brasil em 1h25 neste sábado, vencendo Marcos Daniel por 2 sets a 0 (7/6 (7/3) e 6/3). Mesmo com a derrota, o tenista gaúcho tem motivos para comemorar. Aos 31 anos, ele chegou à sua primeira semifinal de torneios da ATP. Além disso, vem em um bom momento, com os recentes títulos nos Challengers de Bogotá e Zagreb.

Já Bellucci vem fazendo o melhor ano de sua carreira. Depois do vice-campeonato no Brasil Open, na Costa do Sauipe, em fevereiro, o brasileiro tinha caído de rendimento. Nas últimas semanas, porém, teve boas atuações e conquistou o Challenger de Rimini, na Itália. Atual número 117 do mundo, Bellucci dará um salto no ranking com a campanha em Gstaad, podendo figurar perto da 65.ª colocação com o título.