O que era para seu um ano promissor, com vitórias e ascensão no ranking mundial da ATP, não aconteceu e o resultado disso foi o fim da parceria. Na noite desta quarta-feira, através de um comunicado oficial de sua assessoria de imprensa, o tenista paulista Thomaz Bellucci anunciou o término da parceria com o técnico Larri Passos, o mesmo que levou o catarinense Gustavo Kuerten a conquistar três títulos de Roland Garros e o fez chegar ao número 1 do mundo.

Depois de conseguir bons resultados no início da carreira – entre eles dois títulos de torneios da ATP: Santiago, no Chile, em 2010, e Gstaad, na Suíça, em 2009 -, sob o comando de João Swetsch, Bellucci teve um desentendimento com seu treinador, principalmente após a eliminação na Copa Davis para a Índia, e acertou uma parceria com Larri Passos no fim do ano passado.

Após exatos 338 dias, a parceria entre os dois acabou em um comunicado de Bellucci, ainda em Paris depois da eliminação no Masters 1000 da capital francesa, a Larri Passos pouco antes de embarcar para São Paulo. O tenista número 1 do Brasil e 38.º do mundo optou por encerrar a parceria, após uma temporada irregular em que as metas traçadas entre jogador e técnico não aconteceram.

Neste quase um ano de parceria, foram 25 torneios disputados, com 25 vitórias e 25 derrotas. O melhor resultado no ano de Bellucci foi as semifinais no saibro do Masters 1000 de Madri, em que caiu diante do sérvio Novak Djokovic, atual número 1 do mundo. “Agradeço ao Larri (Passos) por tudo o que aprendi neste quase um ano de convivência. Foi um ano de altos e baixos. Os resultados não aconteceram como eu esperava. Então conversamos e, infelizmente, decidimos parar por aqui”, explicou o tenista.

Bellucci volta a São Paulo nesta quinta-feira, onde a partir do próximo dia 16 disputa o ATP Challenger Tour Finals. Ele é o único brasileiro no torneio e, por isso, espera encerrar a temporada com chave de ouro. “Depois de um ano desgastante como este, nada melhor do que tentar terminar com o título em São Paulo, jogando perto da minha família, dos meus amigos e da torcida”, disse.

Depois da competição em São Paulo, Bellucci entrará de férias e, junto com a Koch Tavares, agência de marketing esportivo que gerencia, administra e supervisiona a sua carreira, irá escolher seu novo técnico para a temporada de 2012.