O brasileiro Thomaz Bellucci parece finalmente ter encontrado o seu melhor jogo, que já o fez ser o número 21 do mundo, e pela primeira vez na temporada, neste sábado, conseguiu duas vitórias seguidas.

 

Pela segunda rodada do Masters 1000 de Miami, nos Estados Unidos, o tenista número 1 do País e 40 do ranking da ATP não se intimidou com um rival melhor ranqueado e de 2,03m de altura e derrotou o polonês Jerzy Janowicz, 24.º colocado do mundo, por 2 sets a 1 – com parciais de 7/6 (7/5), 3/6 e 6/3, em 2 horas e 25 minutos.

 

Com a vitória, Bellucci se credenciou para enfrentar o italiano Andreas Seppi, atual número 19 do mundo e cabeça de chave 16 em Miami, que também precisou de três sets para eliminar o esloveno Aljaz Bedene – parciais de 7/5, 5/7 e 7/5.

Se bater o tenista europeu, o brasileiro chegará às oitavas de final e igualará a sua melhor campanha no torneio, que aconteceu em 2010. Bellucci começou mal a partida e permitiu a quebra de saque logo em seu primeiro game de serviço.

Mas colocou os nervos em ordem e teve até uma ajudinha da torcida, boa parte formada por brasileiros, que irritaram muito o polonês. Com bons golpes de fundo de quadra e com os erros de Janowicz, Bellucci teve cinco set points, três deles no tie-break, para ganhar o primeiro set.

Na segunda parcial, novamente o brasileiro começou mal. Foi quebrado logo de cara, mas rapidamente se recuperou e devolveu a quebra. No entanto, Bellucci cometeu muitos erros e perdeu mais uma vez o seu saque. O polonês não desperdiçou nova oportunidade e empatou a partida.

No terceiro e decisivo set, muito equilíbrio. Janowicz continuava reclamando que a torcida o atrapalhava na hora do saque e, nervoso, foi quebrado uma vez por Bellucci, que manteve a calma para confirmar os seus games de serviço e ganhar o jogo por 6/3.

Outros jogos

Caso o brasileiro chegue às oitavas, o seu adversário poderá ser o britânico Andy Murray. Neste sábado, em sua estreia – foi “bye” na primeira rodada -, o número 3 do mundo derrotou o australiano Bernard Tomic por 2 sets a 0, com parciais de 6/3 e 6/1.

Outro cabeça de chave que passou com tranquilidade foi o francês Jo-Wilfried Tsonga, que bateu o sérvio Viktor Troicki também por 2 a 0 – parciais de 7/6 (8/6) e 6/3.

Ainda neste sábado, o francês Richard Gasquet ganhou do belga Olivier Rochus por 7/5 e 6/2 e o norte-americano Sam Querrey venceu o polonês Lukasz Kobot por 2 a 1 – com parciais de 4/6, 6/3 e 6/3. Também avançaram o finlandês Jarkko Nieminen e o belga David Goffin.