Com as principais competições nacionais do basquete chegando às suas fases decisivas, ou paralisadas pela intervenção da Justiça, o Paraná sai na frente e começa a organizar uma competição que vai manter em atividade seus principais atletas e equipes.

Com exceção do Keltek Petrocrystal, de São José dos Pinhais, os outros clubes estão se preparando para a disputa da Taça Paraná.

Ao todo, a competição, que terá início na próxima sexta-feira, vai reunir 12 equipes adultas e na maioria semiprofissionais.

Para reduzir custos e contar com o maior número possível de participantes, a Federação Paranaense de Basketball (FPB) decidiu, em reunião na sede da entidade, realizada no final de maio, que a taça será dividida em duas fases regionalizadas. Na primeira, as equipes estão divididas em três chaves (Norte, Sul e Oeste) e se enfrentam em dois circuitos classificatórios, o primeiro está agendado para começar na sexta-feira, dia 9 de junho.

A federação deixou em aberto as datas para o segundo circuito, mas ele está programado para o mês de julho, em outra sede.

Após as disputas dos dois circuitos, os dois melhores times de cada chave se reúnem para um hexagonal final.