Em confronto direto pelas primeiras colocações da tabela do Campeonato Espanhol, o Barcelona visitou o Valencia neste domingo e não passava de um empate por 0 a 0 até os acréscimos do segundo tempo. Foi aí que Busquets finalmente conseguiu vencer Diego Alves, que fez grande partida, e garantiu o triunfo por 1 a 0 para os catalães, pela 13.ª rodada.

O resultado deixou o Barcelona na vice-liderança com 29 pontos, quatro atrás do Real Madrid. Na próxima rodada, a equipe faz o clássico catalão contra o Espanyol, no Camp Nou, domingo. Já o Valencia parou nos 25 pontos, em quinto, e tentará a recuperação diante do Granada, também no domingo, na casa do adversário.

A partida deste domingo começou equilibrada e o Valencia teve a primeira chance, com Rodrigo, mas foi Suárez quem perdeu oportunidade inacreditável para o Barcelona aos 14 minutos. Neymar recebeu lançamento longo e errou o domínio, mas a sobra ficou com o uruguaio sozinho, na marca do pênalti. Ele finalizou, mas Diego Alves salvou com o pé.

Ainda no primeiro tempo, André Gomes teve dois bons momentos para o Valencia, mas errou a finalização em ambos. Mas no segundo tempo o Barcelona voltou a crescer, sempre com Luis Suárez, bastante acionado neste domingo. Ele e Neymar quase marcaram, mas o inspirado Diego Alves os brecou.

Aos 29 minutos, o Barcelona finalmente marcou, mas o gol foi mal anulado. Depois de confusão na área e finalização cruzada de Messi, Suárez apareceu na linha da pequena área para desviar para a rede. Ele estava na mesma linha do zagueiro, mas o auxiliar assinalou impedimento.

O erro não desanimou o Barcelona, que exerceu uma forte pressão nos últimos minutos, até fugindo um pouco de sua característica, abusando dos cruzamentos para a área. E foi assim que chegou à vitória. Aos 47 minutos, Messi recebeu na direita e colocou na cabeça de Neymar, que parou mais uma vez em Diego Alves. A sobra, no entanto, ficou nos pés de Busquets, que fuzilou para a rede.