Pela primeira vez desde 2007, os torcedores do Barcelona verão seu time iniciar a temporada sem Pep Guardiola sentado no banco de reservas. Amanhã, contra a Real Sociedad, no Camp Nou, Tito Vilanova estreia oficialmente no comando da equipe mais vitoriosa deste século.

Ex-auxiliar de Guardiola, Vilanova assume sob a pressão de manter o nível do time, que conquistou 14 títulos nos quatro anos em que esteve nas mãos do antigo chefe.

A missão é recuperar a hegemonia perdida neste ano, quando não passou das semifinais da Copa dos Campeões e não superou o Real Madrid no torneio doméstico.

Serão poucas mudanças com relação ao time vice-campeão espanhol: apenas o lateral Jordi Alba, titular da Espanha no título da Eurocopa, foi contratado. No Real Madrid, as mudanças são ainda menores.

Comandados por Cristiano Ronaldo, os merengues ainda não fizeram nenhuma contratação, apesar de aguardarem a chega do meia croata Modric, do Tottenham. A equipe de José Mourinho também estreia como mandante, contra o Valencia.