Belém – Dezessete brasileiros conseguiram índice olímpico ou melhoraram suas marcas no domingo, durante a disputa do GP Brasil de Atletismo, no estádio Olímpico do Pará, em Belém. A expectativa por um bom desempenho dos atletas fez com que o recorde de público na América do Sul fosse batido pela terceira vez consecutiva: 62.640 pessoas assistiram à competição.

Depois de conseguirem o índice A em 2003, Jarbas Mascarenhas (100 m) e Geisa Coutinho (400 m) conquistaram o B e garantiram vaga nas Olimpíadas de Atenas. Anderson Jorge dos Santos (400 m) e Luciana Mendes (800 m) conseguiram o índice B e agora precisam repeti-lo para irem aos Jogos, de acordo com o regulamento para a formação da seleção olímpica do Brasil.

Atletas com índice B, Walmes Rangel (110m com barreiras) e Jefferson Sabino (triplo) têm de conseguir o A. Se em suas provas houver atletas com o índice A, eles não poderão disputar as Olimpíadas. Cada país pode inscrever até três competidores por prova com A e apenas um com B.