Acabou a novela. O atacante Walter é oficialmente jogador do Atlético para a temporada de 2016. O nome do camisa 18 apareceu no Boletim Informativo Diário (BID) da CBF na última sexta-feira e, assim, o técnico Cristóvão Borges já pode escalar o centroavante no duelo desta quarta-feira, diante do Rio Branco, em Paranaguá. Hoje à tarde, o clube fará a apresentação oficial do jogador que, no ano passado, foi destaque do time no Campeonato Brasileiro.

Desde que desistiu de defender o Sport e voltou para Curitiba, Walter passou por um longo período de treinamentos físicos, já que no seu contrato consta uma cláusula de produtividade para que o centroavante mantenha seu peso ideal durante a temporada. Assim, o gordinho virou magrinho. O camisa 18, que usa bastante as redes sociais, está visivelmente mais magro e não deve demorar para entrar em campo pelo Furacão nesta temporada.

No seu segundo ano seguido no Atlético, Walter quer repetir a grande temporada que fez pelo Goiás, em 2013. “Estou muito focado. Quando estive no Goiás, fui muito melhor no meu segundo ano. Espero fazer a mesma coisa aqui”, projetou Walter, em entrevista ao site oficial do Furacão.

Nos treinamentos, ele tem provado que quer fazer um ano ainda melhor. Anteontem, enquanto o elenco curtia a folga no sábado de carnaval, o camisa 18 trabalhava em uma academia para acelerar seu processo físico e para estar, o mais rápido possível, à disposição do técnico Cristóvão Borges.

O treinador rubro-negro, inclusive, tem testado Walter na equipe titular em alguns momentos dos treinamentos. Cristóvão Borges tem boas opções para o setor ofensivo – que, nos três primeiros jogos de 2016, ainda não rendeu o que se esperava. Se voltar ao Furacão, Crysan deve deixar a equipe e a tendência é de que Anderson Lopes, autor do gol da vitória sobre o Maringá, volte ao time titular na vaga de Marcos Guilherme.

Dois anos

O contrato publicado no BID da CBF de Walter com o Atlético é até o final deste ano, mas o acerto se estenderá até dezembro de 2017. Entretanto, o contrato do centroavante com o Porto vai até a metade do ano que vem e, somente depois que o vínculo com o clube português for estendido é que a prorrogação do contrato com o Furacão será oficializada.

Histórico

A novela envolvendo a renovação do contrato de Walter durou dois meses. Ainda na disputa do Campeonato Brasileiro e, principalmente no período de eleições, o presidente eleito, Luiz Sallim Emed, então candidato, prometeu em campanha a renovação com o camisa 18. Porém, o Sport entrou na parada e o centroavante chegou a ser recepcionado por torcedores do Leão, em Recife. Entretanto, um pedido da sua esposa teria feito Walter a mudar de ideia.

O jogador, então, pediu para voltar ao Atlético, que já havia até se pronunciado oficialmente e desistido da renovação de Walter. Sobretudo pela sua qualidade técnica, mas também pelo bom relacionamento do centroavante com a diretoria e o grupo, a cúpula rubro-negra acolheu o goleador, renovou seu vínculo por dois anos e decidiu apostar que, em forma, o atacante renderá muito mais ao clube do que rendeu na última temporada.