Acabou a novela. Depois de mais de um mês de indecisão e dúvidas, o zagueiro Thiago Heleno, enfim, acertou um novo contrato com o Atlético. Na manhã desta quinta-feira (12), na reapresentação do elenco, o jogador esteve no CT do Caju e assinou com o Furacão até 2020.

“Estou feliz e todo mundo está feliz com a permanência. Fizemos um trabalho excelente no ano passado. Mas só isso não serve. Agora temos que trabalhar forte, com seriedade, porque temos grandes objetivos na temporada”, afirmou o camisa 44, em entrevista ao site oficial do Rubro-Negro.

O problema começou ainda com o Brasileirão em andamento. Pelas boas atuações de Thiago Heleno, o Deportivo Maldonado, do Uruguai, não quis mais emprestar o zagueiro, apenas aceitando negociá-lo em definitivo. E a pedida era alta: R$ 10 milhões, fora dos padrões do Atlético, que havia informado que não iria tentar comprá-lo. Porém, insatisfeito, o defensor quis se desligar do Maldonado e entrou na Justiça, via Fifa, para virar jogador livre.

Nos últimos dias, o atleta e seu empresário, Giba Brasil, já estavam em Curitiba, dando indícios que o acerto era questão de tempo. Assim, a dupla de zaga titular do Furacão em 2016 permanece, uma vez que Paulo André também renovou por mais uma temporada.