Há quase um mês, no dia 21 de setembro, o Atlético foi até Porto Alegre e derrotou o Grêmio por 1×0, pelas oitavas de final da Copa do Brasil, mas acabou eliminado na disputa por pênaltis. Na ocasião, o clube gaúcho estreava o técnico Renato Gaúcho, contratado para o lugar de Roger Machado. 22 dias depois, as duas equipes voltam a se encontrar, mas para o técnico Paulo Autuori, a situação desta vez será completamente diferente.

Para o treinador atleticano, naquele confronto tudo era novidade no Grêmio, sem que o atual comandante pudesse praticar sua metodologia, ao contrário do que acontecerá na noite desta quinta-feira (13), às 21h. Por isso, ele espera muito mais dificuldades e uma forma de jogo completamente diferente.

“Muda mais agora, porque o Renato já pode acrescentar algumas coisas, as suas ideias. Naquele jogo era muito recente a troca e não tinha como pensar um Grêmio muito diferente de com o Roger. Agora não, agora eles já mudaram, tem um jogo mais reto, com menos posse de bola. Cada um acredita no seu. Eu tenho um caminho, os outros têm outros, então esperamos um Grêmio diferente, mas já analisamos o que eles foram nos últimos jogos”, afirmou Autuori.

Depois daquela partida, o Grêmio fez mais três jogos pelo Campeonato Brasileiro com Renato Gaúcho, somando duas vitórias (sobre Chapecoense e Vitória) e uma derrota (para o Cruzeiro). O fato curioso é que todas as partidas do time gremista com o treinador terminaram com o placar de 1×0.