Presente no Paraguai no sorteio dos grupos da Copa Libertadores de 2017, o técnico Paulo Autuori admitiu a dificuldade que o Atlético encontrará diante do Millionarios, da Colômbia, na segunda fase da competição. No entanto, o treinador ressaltou que qualquer adversário poderia ser complicado e que cabe ao próprio Furacão fazer a sua parte.

“Em jogos eliminatórios, costumo dizer que as coisas podem se tornar menos difíceis dentro daquilo que você pode fazer. Vamos enfrentar uma equipe complicada, mas temos condições de bater de frente e avançar nesta eliminatória”, disse ele, em entrevista à Fox Sports.

A aposta de Autuori será na manutenção do trabalho que foi realizado em 2016. De acordo com o comandante do Rubro-Negro, quem manteve a base da última temporada poderá ter vantagem neste início de Libertadores.

“O grande lance das equipes que conseguiram uma certa continuidade com seus treinadores e grupo de jogadores pode fazer com que consigamos rentabilizar e compensar o pouco tempo de preparação. Será um grande desafio e temos que pensar em trabalhar e mostrar que estamos preparados”, completou.

Paulo Autuori e Vágner Mancini, da Chapecoense, foram os únicos treinadores brasileiros presentes na Conmebol. O treinador atleticano viajou junto com o presidente do Conselho Deliberativo do Furacão, Mario Celso Petraglia.