enkontra.com
Fechar busca

Atlético

Atlético Paranaense

Atlético Paranaense

Na tampa

Fernando Diniz já impõe metodologia no Atlético, que ainda precisa ser aprimorado

Furacão pecou no setor ofensivo e demorou para acertar o posicionamento em campo, mas tiki-taka surtiu efeito e foi aprovado pelos jogadores

  • Por Ricardo Brejinski
Foto: Itamar Aguiar/Estadão Conteúdo

A estreia do time principal do Atlético não foi bem como o torcedor esperava. Apesar do empate em 0x0 com o Caxias ter garantido a classificação para a segunda fase da Copa do Brasil, o Furacão demorou para engrenar em campo. No primeiro tempo, permitiu espaços para os gaúchos atacarem e teve dificuldades para contra-atacar.

Já na segunda etapa, melhorou o posicionamento em campo. Tanto que deu trabalho no final e poderia até ter saído com a vitória, mas a falta de ritmo pesou bastante.

“Foi o primeiro jogo, temos muito o que evoluir ainda, ainda pesa a questão de ritmo de jogo. Mas tivemos a oportunidade vencer o jogo, tivemos chances e o projeto, o jeito de o Diniz trabalhar vai funcionar. Todo mundo está correndo, se dedicando e agora só falta ritmo de jogo”, apontou o zagueiro Thiago Heleno, o novo capitão rubro-negro, após a saída de Weverton.

E o trabalho do técnico Fernando Diniz, mesmo que aos poucos, foi colocado em prática. Toque de bola, paciência para chegar ao ataque e rotatividade no posicionamento foi muito visto quando o Atlético tinha a posse de bola. Na maioria das vezes, a formação tática deu certo, com bons lançamentos entre os marcadores e os companheiros se colocando à disposição para a troca de passes.

“O que ele passa todo mundo já entendeu bem, mas as pernas ainda não respondem. A gente precisava treinar, precisava saber o que o Diniz queria, entender o máximo possível, e acho que entendemos”, reforçou o General.

No entanto, alguns pontos ainda deixaram a desejar, principalmente quando a equipe não tinha a posse de bola, que é, inclusive, uma característica de Fernando Diniz. O Caxias foi quem ditou o ritmo e atacou mais, rondando a área de Santos na maior parte do tempo, especialmente na primeira etapa quando o entrosamento e o ritmo de jogo pesaram contra o Furacão.

Só que, para o treinador, apesar das falhas apresentadas, esta ‘mudança’ no perfil do time foi por conta da circunstância. Por ser o primeiro jogo oficial do Rubro-Negro, e diante de um adversário que tinha a necessidade da vitória, o mais importante era saber se posicionar defensivamente.

“A equipe sempre tem o que melhorar, mas por ser a primeira partida a gente teve uma coesão defensiva boa, enfrentamos uma equipe que tem um bom aproveitamento na bola parada e a gente soube marcar muito bem. Era um jogo para não tomarmos um risco exagerado”, analisou o comandante atleticano.

De qualquer forma, entre erros e acertos, a filosofia já foi implementada. Até o próximo jogo, válido pela Copa do Brasil, serão mais três semanas de treinamentos intensos para corrigir as falhas apresentadas contra o Caxias, principalmente no setor ofensivo.

Siga a Tribuna do Paraná
e acompanhe mais novidades

Deixe um comentário

avatar
300

9 Comentários em "Fernando Diniz já impõe metodologia no Atlético, que ainda precisa ser aprimorado"


El Furacon das Américas
El Furacon das Américas
11 meses 22 dias atrás

A verdade é que esse esquema de posse de bola, seja em qual variação for, dificilmente dará certo no CAP. Não é a característica dos grandes times que o Atlético já teve. Times vencedores do CAP históricamente chegavam ao gol adversário com velocidade e poucos toques na bola.

El Furacon das Américas
El Furacon das Américas
11 meses 22 dias atrás

Essa troca de passes tinha que ser mais rápida e pra isso acontecer tem que sacar Guilherme e colocar o Gedoz e se o Nikão continuar jogando essa bolinha do final do ano passado e também deste jogo, precisa dar lugar ao João Pedro. Se o Ribamar não marcar gol na próxima partida já vai ficar queimado

Gil Tadeu
Gil Tadeu
11 meses 22 dias atrás

Tem q ter um 10 e um centroavante tipo coraçao valente…artilheiro por cima e por baixo..

Marcos Lopes
Marcos Lopes
11 meses 22 dias atrás

Fala pro ribamar que tem que desviar a bola do goleiro e não chutar em cima dele.

PORCOS LAVAGEIROS IMUNDOS FREGUESES SEMPRE
PORCOS LAVAGEIROS IMUNDOS FREGUESES SEMPRE
11 meses 22 dias atrás

FALA PRO RIBAMAR MUDAR DE PROFISSÃO VERME

Marcos Lopes
Marcos Lopes
11 meses 22 dias atrás

fala pratuamãe parar de fazer khda

Paranista em Sampa
Paranista em Sampa
11 meses 23 dias atrás

Diniz + Metralha no mesmo clube com mania de grandeza…. Não dura 3 meses….

FURACÃO O MAIOR DO ESTADO
FURACÃO O MAIOR DO ESTADO
11 meses 22 dias atrás

Paranista + São Paulo = galinha pintadinha favelada
kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Fernando Pereira
Fernando Pereira
11 meses 22 dias atrás

São Paulino + Funcapeano = Poodle Bitar kkkkkk

wpDiscuz

Últimas Notícias

Mais comentadas