Depois da festejada conquista da vaga na final da Sul-Americana em cima do Fluminense, na última quarta-feira, o Atlético volta ao Maracanã pra outro desafio de peso. Amanhã, a partir das 19h, o time comandado por Tiago Nunes encara o Flamengo pela última rodada do Brasileirão. Uma vitória dos atleticanos, somada a uma derrota do xará mineiro, que recebe o Botafogo no Independência, coloca o time no G6. As partidas, decisivas pra definir quem fica com a última vaga da Libertadores pela fase de grupos, serão simultâneas justamente em função do interesse em jogo.

+ Leia mais: Jonathan festeja classificação do Atlético no Instagram

Em sétimo na tabela, a meta do Rubro-Negro é garantir a vaga para a Libertadores do ano que vem com alguns dias de antecedência, mesmo que pela Sul-Americana o Furacão também pode alcançar este objetivo, caso seja campeão.

Inicialmente, o jogo seria no domingo, porém foi alterado para que o Fluminense pudesse utilizar o mesmo estádio no fechamento da rodada. A mudança de data não agradou o treinador atleticano.

“Para nós foi ruim o jogo ser antecipado porque temos pouco tempo de recuperação. Nós temos que ter o foco total e ainda temos a crença de buscar a vaga na pré-Libertadores pelo Brasileiro”, disse o comandante. Por outro lado, o time acabou ganhando um dia a mais para se recuperar pra final da Sul-Americana. O primeiro jogo, que será na Colômbia, está agendado pra próxima quarta-feira.

+ Veja também: Presidente do Furacão garante Tiago Nunes em 2019

Mas, por ora, a ideia é manter concentração total no desafio contra o Mengo. “Só depois do jogo de sábado é que vamos pensar no jogo da final da Sul-Americana”, afirmou. A delegação atleticana permaneceu no Rio de Janeiro, já que volta a jogar em terras cariocas. De lá, deve seguir para a Colômbia, para os primeiros 90 minutos da decisão.

Apesar de inquietar o treinador, o desgaste físico não preocupa os atletas. O volante Bruno Guimarães confia que quem estiver melhor recuperado, poderá representar bem o grupo na partida diante do Flamengo. “Temos um grupo forte acima de tudo. Vamos usar esses dias para recuperar bem e quem estiver melhor vai pro campo”, avaliou. Esta, por sinal, tem sido a estratégia de Tiago Nunes, que trabalha intimamente com o departamento de fisiologia do clube.

+ Mais na Tribuna: “Brincadeira”? Petraglia convoca sócios pra mudar símbolo do Atlético

Para o presidente do conselho administrativo do Atlético, Luiz Salim Emed, a vitória tranquila por 2×0 diante do Fluminense, que no placar agregado tornou-se um 4×0, vai servir de combustível para que a equipe faça uma boa partida na rodada final do Brasileirão, ainda que esse não seja a meta principal do ano atleticano.

“O nosso foco é a Sul-Americana, mas claro que no Brasileiro a gente também vai tentar fazer um bom jogo. Esse entusiasmo pela conquista da vaga vai dar uma força ainda maior para isso”, finalizou.

+ APP da Tribuna: as notícias de Curitiba e região e do Trio de Ferro com muita agilidade e sem pesar na memória do seu celular. Baixe agora e experimente!