O meia argentino Lucas Mugni, 23 anos, pode finalmente chegar ao Atlético com um ano e meio de atraso. O diretor executivo do Flamengo, Rodrigo Caetano, confirmou que existe a possibilidade do atleta ser emprestado ao Furacão.

“Existe uma conversa entre Flamengo, Atlético e Mugni. Mas vai depender da negociação entre os clubes, que ainda está inicial”, disse Caetano.

O interesse do Furacão no jogador ocorre desde o início de 2014, quando tentou contratar o meia e teve a sua proposta superada justamente pelo time carioca. O Flamengo gastou US$ 1,25 milhão (R$ 3,9 milhões) para adquirir os direitos econômicos do atleta, com contrato até dezembro de 2017.

Segundo o site Globoesporte.com, Mugni está vindo para Curitiba nessa quarta-feira (1º) para conhecer o CT do Caju e assistir ao jogo entre Atlético e São Paulo na Baixada. “Existe a possibilidade dele ir sim”, resumiu Caetano à Gazeta do Povo/Paraná Online.

Apesar de não ter tido um grande desempenho no Flamengo, atuando em 39 jogos em 2014 e 12 em 2015, sendo apenas três na atual temporada como titular, o diretor do Flamengo fez uma avaliação positiva sobre o jovem.

“Eu estou só há sete meses por aqui, mas o Flamengo fez um investimento alto no jogador e talvez isso tenha criado uma expectativa alta e aumentado a cobrança em cima dele. Mas é um atleta de qualidade, excelente profissional e pessoa”, afirmou.

“Ele faz parte do grupo do Flamengo, mas, por ser um jogador jovem e que despertou o interesse de vários clubes, temos que avaliar com carinho a possibilidade dele sair até para que ele tenha uma sequência de jogos e o clube possa ter no futuro um retorno do investimento”, acrescentou o dirigente carioca.