O Atlético estreou com o pé esquerdo no Campeonato Brasileiro. Com mudanças e com uma atuação desastrosa, sobretudo no primeiro tempo, quando levou cinco gols, o Furacão foi goleado pelo Bahia por 6×2, na tarde deste domingo (14), na Arena Fonte Nova, em Salvador e ampliou a fase ruim que vive na temporada. O time rubro-negro deixará de lado agora a competição nacional e foca no duelo decisivo contra a Universidad Católica, nesta quarta-feira (17), no Chile, valendo a vaga para as oitavas de final da Libertadores da América.

Confira como foi o jogo no Tempo Real da Tribuna!

Quem viu o começo do jogo do Atlético diante do Bahia pensou que o Furacão mudaria seu momento ruim na temporada. Apesar de ter sido pressionado pelos donos da casa nos primeiros minutos, o time atleticano, em uma das poucas vezes que chegou ao ataque, abriu o placar aos 14 minutos. O estreante Guilherme, livre, recebeu de Sidcley e bateu sem chances para o goleiro Jean.

Mesmo em vantagem, o Rubro-Negro, que ainda se adaptava ao novo esquema imposto pelo técnico Paulo Autuori, que desta vez optou pelo 3-5-2, tinha dificuldades para marcar o Bahia, principalmente pelos lados do campo. Aos 23, Eduardo recebeu livre, cruzou, mas Edigar Junio não chegou. De tanto insistir, o tricolor baiano conseguiu a igualdade aos 32. Depois da cobrança de escanteio, o zagueiro Tiago subiu livre e empatou a partida.

O Atlético foi cirúrgico e reagiu cinco minutos depois. Após cobrança de falta, a zaga do Bahia falhou e Marcão tentou duas vezes para recolocar o Furacão em vantagem. Mas foi só. O tricolor de aço mostrou sua força nos minutos finais da etapa inicial, marcou um gol atrás do outro e não apenas virou a partida, mas transformou a vitória em goleada.

Aos 39, Zé Rafael, ex-Coritiba e Londrina, recebeu na área, tentou duas vezes, mandou por cobertura e fez um golaço para empatar a partida. Dois minutos depois, o mesmo Zé Rafael serviu Régis que, da meia-lua, bateu colocado e fez outro bonito gol para colocar o tricolor de aço em vantagem. Abalado, o Furacão ainda viu o Bahia marcar mais duas vezes. Aos 43, Edigar Junior ganhou de Cléberson, bateu cruzado e fez o quarto. Aos 46, em outro erro na saída de bola do Rubro-Negro, Régis recebeu livre e bateu sem chances para Weverton.

Com grande vantagem, o Bahia voltou do intervalo querendo mais. Logo aos 20 segundos, Zé Rafael recebeu livre pela direita, bateu cruzado, mas a bola saiu por pouco. O Atlético, muito também pelo recuo dos donos da casa, conseguiu equilibrar a partida, mas sem criar nenhuma chance de perigo ao gol de Jean.

Mesmo sem a mesma intensidade ofensiva, o Bahia quase marcou aos 25. Depois da cobrança de escanteio, Edson cabeceou no canto e Weverton salvou. Mas um minuto depois não teve jeito. Eduardo fez a jogada, Allione cruzou e Edson, agora sim, mandou para o gol e fez o sexto.

Com Nikão e João Pedro em campo, o Furacão até tentou reagir. De fora da área, Nikão arriscou e Jean fez grande defesa. Ms a situação ficou ainda pior quando Marcão fez falta dura em Eduardo, tomou o segundo amarelo e foi expulso. Aos 39, Maikon Leite foi lançado, bateu por cobertura e José Ivaldo salvou em cima da linha. Para a sorte do time atleticano, o tricolor de aço colocou o pé no freio nos minutos finais e o time rubro-negro evitou sofrer uma goleada ainda mais vexatória.

FICHA TÉCNICA

SÉRIE A
1º Turno – 1ª Rodada

Bahia 6×2 Atlético

Bahia
Jean; Eduardo, Tiago, Lucas Fonseca e Matheus Reis; Edson, Juninho, Allione, Regis (Diego Rosa) e Zé Rafael (Gustavo); Edigar Junio (Maikon Leite).
Técnico: Guto Ferreira

Atlético
Weverton; José Ivaldo, Cléberson e Marcão; Jonathan (João Pedro); Eduardo Henrique, Bruno Mota (Rossetto), Guilherme e Sidcley; Douglas Coutinho (Nikão) e Eduardo da Silva.
Técnico: Paulo Autuori

Local: Arena Fonte Nova (Salvador-BA)
Árbitro: Flavio Rodrigues de Souza (SP)
Assistentes: Daniel Paulo Ziolli (SP) e Daniel Luis Marques (SP)
Gols: Guilherme, 14, Tiago, 32, Marcão, 37, Zé Rafael, 39, Régis, 41 e 46, e Edigar Junio, 43 do 1º; Edson, 26 do 2º
Cartão vermelho: Marcão (CAP)
Público pagante: 8.127
Público total: 8.314
Renda: R$ 134.152,50