Engana-se quem pensa que com a pausa para Copa do Mundo a situação no Atlético ficou mais tranquila. Sem bola rolando, os bastidores do clube estão fervendo. Após uma reunião na noite da última quinta-feira, para tratar sobre a demissão do técnico Fernando Diniz, conselheiros do clube tentam agora forçar uma reunião extraordinária do Conselho Deliberativo para definir essa e outras situações.

Para isso, os conselheiros tentam contar com 2/3 do Conselho para que o encontro aconteça. São nove pautas citadas pelos torcedores insatisfeitos com a atual gestão. Entre elas, além do futuro do técnico Fernando Diniz, estão o plano de sócios, biometria na Arena da Baixada, torcida única e propostas que teriam sido feitas pela atual diretoria na épocas das eleições e que não estão sendo cumpridas.

Os torcedores ainda destacam os artigos 58 e 77 do Estatuto do Clube. “Compete ao Conselho Deliberativo: I- eleger (inclusive em caso de vacância), empossar e destituir, a qualquer tempo, os membros do Conselho Administrativo, do Conselho Fiscal e da Câmara de Ética e Disciplina”.

Confira as pautas:

1. Não observância das promessas de campanha pelos eleitos para direção do Conselho Administrativo;

2. Implantação da torcida única;

3. Não flexibilização das regras da biometria;

4. Não readequação dos planos de sócio;

5. Falta de interesse em restaurar nossas cores em NOSSA CASA;

6. Péssimo diálogo entre clube e torcedores;

7. Contratação de blogueiro que agride em seus textos torcida e torcedores do clube;

8. Manutenção do técnico Fernando Diniz;

9. Fim dos mandos e desmandos do Diretor responsável pela gestão do CAT.