Passada a emoção da classificação à fase de grupos da Libertadores, o Atlético volta a atenção ao Estadual. Na competição, o time vem sendo representado por uma equipe mista, que ainda não conseguiu vencer. A próxima chance de desencantar é neste sábado, quando o Rubro-Negro encara o Toledo, na Arena da Baixada, em partida atrasada da segunda rodada do Estadual. Depois, na quarta-feira (1º), o time volta a jogar em casa, contra o Coritiba.

O técnico Paulo Autuori confirmou o mesmo time que jogaria o Atletiba, no último domingo (19) para o desafio no interior. . “A princípio, a equipe será aquela que ia jogar contra o Coritiba. Que entrou em campo, porque as equipes entraram em campo”, ironizou, numa referência aos acontecimentos que culminaram com o adiamento do clássico para a Quarta-feira de Cinzas. Desta feita, o Ventania deve entrar em campo com Santos; Léo, José Ivaldo, Wanderson e Nicolas; Luiz Otavio, Rossetto e João Pedro; Douglas Coutinho, Crysan e Luís Henrique.

No estadual o time soma dois empates e uma derrota em três jogos disputados. E mesmo que ainda não tenha vencido, o treinador destaca as boas atuações do Furacão. “Esta equipe que tem jogado o Paranaense fez três jogos em que poderíamos ter vencido. É uma equipe Sub-20 e isso tem que ser falado, com a inserção de alguns jogadores com 22 ou 23 anos. Então, é um time muito jovem e tem feito bons jogos”.

Depois do desafio no interior, os atletas terão dois dias de folga, já que o clube não vai mexer na programação feita antes do adiamento do Atletiba. “Este jogo ser marcado para quarta-feira (1º) é mais um absurdo e me recuso a mudar as coisas que planejamos. Os jogadores sabem que terão folga domingo e segunda-feira. Não vamos alterar nada. É um direito adquirido. O risco é meu”, disse Autuori.