enkontra.com
Fechar busca

Atlético

Atlético Paranaense

Atlético Paranaense

Terceira derrota seguida

Atlético começa bem, mas cai de produção e toma virada do Galo

Após brilhar no primeiro tempo, Atlético falha e cai de produção e perde para o xará mineiro na Arena da Baixada

  • Por Luiz Ferraz

O Atlético somou seu sexto jogo sem vitória na temporada de 2018. Em um duelo de dois tempos bem diferentes, o Furacão, mais uma vez irregular, perdeu para o Atlético-MG por 2×1, na tarde deste domingo (13), na Arena da Baixada e segue despencando na classificação do Campeonato Brasileiro. O time rubro-negro, estacionado com 5 pontos, caiu para a 13ª colocação e se aproximou perigosamente da zona de rebaixamento. A equipe do técnico Fernando Diniz deixa agora o Brasileirão de lado e foca no duelo de ida das oitavas de final da Copa do Brasil diante do Cruzeiro, nesta quarta-feira (16), também no Joaquim Américo.

Confira como foi o jogo no nosso Tempo Real!

Bastante modificado com relação aos últimos jogos, o Atlético teve certa dificuldade no início da partida. Com o xará mineiro recuado e marcando forte, o Furacão tinha mais posse, rodava a bola, mas não tinha poder de penetração. Tanto que a primeira chance do jogo veio apenas aos 17 minutos da etapa inicial. Depois de boa troca de passes pela direita, o zagueiro Wanderson cruzou e Pablo, de cabeça, acertou a trave.

A partir daí, o Atlético parece ter achado o caminho para atacar. Sempre pelo lado direito, o time rubro-negro quase marcou na sequência. Jonathan serviu Nikão, que chutou de primeira e o goleiro Victor fez boa defesa. O Galo, aos poucos, conseguiu equilibrar a partida e criou sua melhor chance aos 24 minutos. Depois da cobrança de escanteio, Gabriel subiu livre e o goleiro Santos fez grande defesa.

A festa dos mineiros no gol de Roger Guedes. Foto: Marcelo Andrade

A festa dos mineiros no gol de Roger Guedes. Foto: Marcelo Andrade

O Furacão seguiu mais organizado e cada vez mais perto de marcar. Aos 28, Pavez arriscou de fora e Victor salvou. O primeiro gol, então, veio dois minutos mais tarde. Carleto cobrou escanteio e Pablo, no primeiro pau, cabeceou sem chances para Victor. Para tentar arrumar seu setor de criação, o Galo apostou, ainda na etapa inicial, nas entradas de Elias e Cazares. Até melhorou, chegou ao ataque, mas sem grande perigo à meta do goleiro Santos.

O Atlético pareceu ter esquecido no vestiário o bom futebol apresentado no primeiro tempo. O xará mineiro, um pouco mais organizado e com mais imposição ofensiva, passou a chegar mais ao ataque. Aos 7, Roger Guedes arriscou da entrada da área e o goleiro Santos fez grande defesa. Mas um minuto depois não teve jeito. Depois da cobrança de escanteio, a defesa rubro-negra falhou e o zagueiro Bremer, livre, cabeceou sem chances para o arqueiro atleticano.

O empate deixou o jogo aberto. O Atlético tentou responder aos 10 minutos, mas Victor, um dos nomes da partida, defendeu o chute forte de Bruno Guimarães. O time rubro-negro acusou o golpe do gol sofrido e passou a dar mais espaços para o Galo. Aos 14, em outra cobrança de escanteio, Roger Guedes cabeceou no canto e quase marcou. Depois, foi a vez de Fábio Santos, na cara do gol, desperdiçar grande chance para os mineiros.

Melhor em campo, o Atlético-MG conseguiu a virada aos 19 minutos. Depois do lançamento nas costas da defesa, Santos fez a cobertura, afastou de cabeça, mas Roger Guedes, livre, mandou de longe para o gol vazio e colocou o Galo em vantagem pela primeira vez. A virada desestabilizou de vez o Furacão. Melhor, então, para os visitantes, que seguiam melhor em campo. Aos 21, na saída errada do Furacão, Cazares cruzou e Ricardo Oliveira, livre na área, perdeu boa chance de ampliar a vantagem.

Veja a tabela e a classificação do Campeonato Brasileiro!

Para tentar impedir a derrota, o técnico Fernando Diniz desmanchou seu esquema, tirou Pavez e colocou Raphael Veiga. O Atlético, então, se abriu de vez e deu ainda mais espaços para o xará mineiro. O terceiro gol dos visitantes quase saiu aos 29 minutos. Em contra-ataque rápido, Ricardo Oliveira recebeu livre e, na cara do gol, bateu fraco e facilitou a defesa do goleiro Santos.

Sem jogar um bom futebol, o Atlético ficou com a sua situação ainda mais complicada nos dez minutos finais de partida. O lateral-direito Jonathan sentiu uma lesão muscular e o Furacão, com as três substituições feitas, ficou com um jogador a menos. O Rubro-Negro, então, sem força ofensiva, não conseguiu furar a defesa do Galo e amargou mais uma derrota em casa no Campeonato Brasileiro.

Ficha técnica

BRASILEIRÃO
1º Turno – 5ª Rodada

ATLÉTICO 1×2 ATLÉTICO-MG

Atlético
Santos; José Ivaldo, Pavez (Raphael Veiga) e Thiago Carleto; Jonathan, Camacho, Bruno Guimarães, Nikão, Guilherme (Éderson) e Renan Lodi (Wanderson); Pablo.
Técnico: Fernando Diniz

Atlético-MG
Victor; Patric, Bremer, Gabriel e Fabio Santos; Adilson, Gustavo Blanco (Matheus Galdezani), Luan (Elias) e Otero (Cazares); Roger Guedes e Ricardo Oliveira.
Técnico: Thiago Larghi

Local: Arena da Baixada
Árbitro: Luiz Flavio de Oliveira (Fifa-SP)
Assistentes: Emerson Augusto de Carvalho (Fifa-SP) e Miguel Cataneo Ribeiro da Costa (SP)
Gols: Pablo 30 do 1º; Bremer 8 e Roger Guedes 19 do 2º
Cartões amarelos: Thiago Carleto, Bruno Guimarães (CAP); Gustavo Blanco, Bremer (CAM)
Renda: R$ 115.685,00
Público total: 8.400

Siga a Tribuna do Paraná
e acompanhe mais novidades

Deixe um comentário

avatar
300

217 Comentários em "Atlético começa bem, mas cai de produção e toma virada do Galo"


Paulotdr
Paulotdr
3 meses 4 dias atrás

Pior foi ver o Santos no Cartola vendo a pontuação dele deve estar com o salário atrasado para ter que apostar no cartola e Sportingbet o dó, o dó!!

Marcio
Marcio
3 meses 4 dias atrás

boa segunda poodles…cade seu carrocel holandês, seu esquema revolucionário kkkk capiada é uma piada, faz 80 anos que eles fazem a mesma coisa, são os melhores do mundo e nunca ganham nada, acredito que ainda falta comprar mais pesquisa.

Cap Tijucas
Cap Tijucas
3 meses 4 dias atrás

Paquitas bafo de látex estão alvoroçadas, relaxem e fiquem tranquilas logo voltamos vencer.

Franco Atirador
Franco Atirador
3 meses 4 dias atrás

O asno quando gosta de alfafa nao tem jeito.O testador de camisinha passou a noite com o r@bo ardendo e logo de manhã vem “sujar”os comentários.

Alex
Alex
3 meses 4 dias atrás

Eu nunca vi um time perder tantos gols como o Atlético Mineiro, poderia ser uma goleada.

Alto de tantas glorias
Alto de tantas glorias
3 meses 4 dias atrás

Olha a ZR chegando aí gente!

fernando .
fernando .
3 meses 4 dias atrás

vamos ficar preocupados pois o ¨ Alto de tantas segundonas¨está dando o aviso

Alto de tantas glorias
Alto de tantas glorias
3 meses 4 dias atrás

Cadela adestrada do coroné gagá, vou te contar uma coisa que vcs cadelas nunca ouviram falar! Matemática! Ela não mente, não tem como discutir com ela

fernando .
fernando .
3 meses 4 dias atrás

e realmente..ele entende do assunto

1 2 3 18
wpDiscuz

Últimas Notícias

Mais comentadas