Milton Mendes não é mais técnico do Atlético Paranaense. Ele foi demitido após amargar quatro derrotas seguidas no Brasileirão. A última delas foi neste final de semana, contra a Ponte Preta. A oficialização da demissão por parte do Atlético deve acontecer nesta segunda-feira (28).

Com Milton no comando o Atlético obteve 16 vitórias, cinco empates e 13 derrotas, aproveitamento de 51,9% em 34 partidas.

O treinador chegou a ser procurado pelo Sport para substituir Eduardo Batista, mas acabou recusando. Também estudava uma proposta do futebol japonês, ao mesmo tempo em que conversava com o Atlético sobre a renovação do seu contrato.

Mendes chegou ao Atlético em maio, para substituir Enderson Moreira. Contestada por imprensa e torcida, sua contratação foi respaldada pela conquista da Série A-2 do Campeonato Paulista, pela Ferroviária – parceira do Furacão.

À frente do Rubro-Negro, evitou o rebaixamento no Estadual e fez campanha surpreendente no Brasileiro, levando o clube a habitar a zona de classificação à Libertadores. Na Copa Sul-Americana, avançou na fase nacional e saiu em vantagem no duelo de ida das oitavas de final, após vencer o Brasília por 1 a 0, na quarta-feira (23). Este triunfo, porém, já ocorreu em meio à queda de rendimento no Brasileirão, com quatro derrotas seguidas.