Após 16 anos na elite do futebol nacional, o Atlético foi rebaixado hoje para Série B do Brasileirão. O time rubro-negro superou o Coritiba, na tarde deste domingo, na Arena, mas com a vitória do Cruzeiro acabou caindo para Segundona.

O rebaixamento não é novo na vida do Atlético. A última vez que o clube havia caído foi em 1993, mas o time da Baixada vinha “namorando” com a Série B fazia tempo.

Em 2005, por exemplo, o Atlético só foi vencer na 10ª rodada, no clássico contra o Coritiba. Porém, nesse ano, a diretoria tinha uma desculpa: o time estava disputando a Copa Libertadores, na qual foi vice-campeão, e tinha deixado o Nacional de lado. Tanto que depois se recuperou e terminou na sexta colocação.

No ano seguinte, apesar de não ter tido problemas com a Série B, a campanha foi ruim e o Rubro-Negro terminou apenas na 13ª posição. Assim como em 2007, que o clube fechou sua participação no 12º lugar.

Já em 2008 a situação foi diferente. Com uma campanha pífia na maior parte do campeonato, a equipe, comandada por Geninho e Rafael Moura no ataque, teve que se desdobrar para apenas na última rodada, contra o Flamengo, escapar do rebaixamento.

Em 2009 a torcida viu a situação se repetir. Com atuações irregulares, o Furacão só foi escapar da degola na penúltima rodada vencendo o Botafogo, na Arena.

A exceção mesmo foi no ano passado, quando o time fez um bom campeonato e terminou na 5ª colocação.