O Atlético enfrentou o Nacional na tarde de hoje, em Rolândia, jogou mal no segundo tempo e empatou em 1 a 1. Com o empate, Furacão segue na segunda colocação do Estadual 2010, com 18 pontos. Próximo compromisso do Furacão é na quarta-feira, contra o Vilhena, pela Copa do Brasil.

Nem bem o jogo começou e o Atlético já abriu o placar logo aos dois minutos. Netinho bateu escanteio fechado, o goleiro saiu mal e a bola entrou direto: 1 a 0. Após o gol, Nacional tentou responder e manteve a posse de bola, mas não conseguia levar perigo para Neto, principalmente porque errava muitos passes e o sistema defensivo do rubro negro estava bem postado.

Jogo seguiu fraco tecnicamente até os 31 minutos, quando o Furacão chegou com perigo novamente. Patrick achou Wallyson livre dentro da área e o camisa 11 bateu no alto exigindo boa defesa de Camilo. Dois minutos depois, Tartá fez jogada em velocidade e tocou para Wallyson, que na cara do gol chutou por cima perdendo grande chance.

Na volta para o intervalo, Lopes sacou Gerônimo e colocou em campo Raul. No Nacional, Brito deixou o campo para entrada de Tiago. Apesar de não ser tão perigoso, o primeiro chute do Nacional aconteceu aos 6 minutos. Marcinho chutou cruzado e Neto praticou tranquila defesa. Na sequência, Maicon carregou e de longe arriscou, mas para fora.

Aos 13 minutos, par dar mais segurança , Lopes sacou Netinho, que apesar do gol vinha mal na partida, e colocou Chico. Aos 24, Kim bateu falta de longe, Neto estava adiantado, mas a bola foi por cima. Furacão assustou apenas aos 29 minutos. Wallyson recebeu na área e bateu forte para grande defesa de Camilo.

Aos 37 quase o gol do time da casa. Diego bateu de longe no alto e Neto salvou o Atlético. Aos 40 o Nacional chegou ao empate. Kim mandou uma bomba em cobrança de falta no canto de Neto, que nada pode fazer.

Acompanhe aqui a discussão sobre o empate entre os dois times.