Foto: Valquir Aureliano

Indignado, Petraglia parou projeto para não aborrecer o torcedor.

O novo plano Sócio Furacão – projeto apontado como a ?menina-dos-olhos? da diretoria atleticana para este ano – teve a sua comercialização suspensa na tarde de ontem. A notícia dada com ar de pesar pelos presidentes Mário Celso Petraglia e João Augusto Fleury, foi a saída encontrada para que não se penalizasse ainda mais os torcedores – que estavam permanecendo na fila por mais de três horas para efetivar a aquisição. ?É lamentável e estamos indignados com essa situação. Mas a paralisação se faz necessária para não trazer mais aborrecimentos aos torcedores. Não dá para insistir em um sistema que não funciona?, afirmou Petraglia.

Desde o primeiro dia de vendas, na 3ª-feira, começaram a ocorrer problemas com o programa desenvolvido exclusivamente para a venda dos pacotes. Como acreditava-se que a dificuldade era passageira, as vendas foram postergadas até a tarde de ontem, quando o programa entrou em colapso. O assunto é tratado com tamanha seriedade pelo clube que uma auditoria independente foi contratada para descobrir a razão para as falhas. ?Não descartamos nenhuma razão. Pode ser um vírus ou um boicote que tenha causado a falha nos equipamentos?, comentou Fleury. ?Há uma frustração muito grande. Mas o torcedor atleticano não ficará sem resposta. Vamos buscar o motivo das falhas e retomaremos as vendas. Queremos que a torcida não disperse, pois o Atlético e o sentimento do torcedor pelo clube são muito maiores que esses problemas?, destacou Petraglia.

Problemas

O que resultou na pane do sistema não foi detectado pela empresa contratada pelo Atlético para o gerenciamento de vendas. Por isso, um prazo para o retorno da comercialização dos pacotes ainda não foi definido. ?Por respeito aos atleticanos seria leviano de nossa parte estabelecermos um prazo para o retorno as vendas?, disse Petraglia.

Com a interrupção do projeto para novos associados é temida uma desmobilização do torcedor na obtenção do pacote. A diretoria deseja que a demonstração de apoio dada pelo público após o lançamento do projeto – com uma procura muito grande -continue após os problemas serem sanados. ?Nós ousamos com a implantação de um projeto inédito no Brasil e, neste momento, nos frustramos. Mas vamos voltar mais fortalecidos e com um sistema à altura das pessoas que querem se associar ao Atlético?, finalizou Fleury.

O projeto Sócio Furacão foi lançado na última 2.ª-feira com o objetivo principal de aproximar ainda mais Atlético e torcida, inclusive com o torcedor podendo participar das decisões políticas do clube.

Se papelada estiver pronta, veterano Irênio estréia pelo Atlético no clássico

Foto: Valquir Aureliano

Meia que veio do México daria mais experiência ao setor de criação.

Além da recuperação de Marcelo Ramos, que fica à disposição do técnico Ney Franco para o Atletiba, uma novidade que pode pintar no clássico é a estréia do meia Irênio. O jogador vem treinando bem mas ainda não foi aproveitado devido a problemas na documentação –  não está regularizado junto à CBF. De acordo com Ney Franco, se o atleta estiver em condições e devidamente registrado – o que pode acontecer até o final da tarde de hoje -, Irênio vai pro jogo. Esse sim seria o grande trunfo rubro-negro para desarticular o adversário, pois devido à grande permanência do jogador no exterior (sete anos no México) ninguém sabe o que ele ainda pode render.

O atleta de 32 anos foi contratado no final do ano passado para dar mais experiência e comandar o meio-campo do Atlético, que estava inconstante com as apresentações de Netinho, que alterna bons e regulares momentos. Com a possível escalação de Irênio especula-se como Ney Franco montará a sua equipe.

Uma das alternativas é apenas a retirada do próprio Netinho. Porém pelo futebol que o ala-esquerdo Michel tem mostrado, torna-se um sério candidato ao banco de reservas, com Netinho assumindo sua função.

Por outro lado, com Netinho e Irênio juntos, o time fica bem avançado e até um pouco desprotegido. Nesse começo de temporada, com os jogadores ainda cansados devido à pré-temporada, pode ser um risco jogar tão aberto, cobrando que os alas avancem e voltem para marcar com freqüência.

Dúvida

Dos novos reforços para a temporada 2008, apenas o atacante Wallyson ainda não tem condições físicas para jogar, devido ao tratamento no púbis que realiza. Com a volta aos treinos de Marcelo Ramos, ele entra na briga por uma vaga no ataque, atualmente formado por Rodrigão e Ferreira. O colombiano é quem dita o ritmo atleticano e portanto a disputa por posição fica entre Marcelo e o ex-palmeirense.

Na zaga, o treinador pode contar com o retorno de Rhodolfo, que foi poupado do último jogo devido ao pequeno entorse no tornozelo direito. O trio que forma a cozinha atleticana é a grande sensação deste começo de competição. Em três jogos, Rhodolfo, Antônio Carlos e Danilo foram os responsáveis por cinco dos seis gols assinalados pela equipe.

Ney Franco não tem o costume de esconder a escalação de sua equipe, mas por ser seu primeiro clássico regional isso pode acontecer. E o jogo merece certo grau de suspense, pois além da grande rivalidade, vale a liderança do campeonato estadual.

Time poupa forças para rival

A desilusão com a interrupção das vendas do pacote Sócio Furacão tirou um pouco o foco da diretoria sobre o Atletiba que acontece no próximo domingo, às 18h. Mas como a disputa se resolve dentro de campo, a preparação do time atleticano continua a todo vapor. Ontem, os atletas que participaram do jogo contra o Engenheiro Beltrão fizeram um treinamento regenerativo, pois como adiantou Ney Franco, haverá uma diminuição nos trabalhos físicos para que os atletas estejam bem para a disputa do clássico. ?Em um clássico tudo faz superar a parte física. Mas até domingo vamos dar uma segurada para que os atletas entrem mais inteiros?, analisou Franco. A preocupação do treinador faz sentido, pois no jogo de 4.ª- feira os titulares acusaram no gramado o cansaço devido à seqüência de partidas aliada à intensa preparação da pré-temporada.

Os demais jogadores do elenco participaram de um jogo-treino contra o Brusque (SC), no CT do Caju, e venceram por 1 a 0, com gol de Marcelo Ramos, que está recuperado da contusão no tornozelo.