O Atlético se despediu do Gigante do Itiberê com uma vitória em cima do Criciúma, por 1 a 0, na tarde deste sábado (18), em Paranaguá. O Furacão deverá mandar seus jogos no returno da Série B no Janguito Malucelli.

Com o resultado, o Furacão sobe uma posição na tabela e chega ao oitavo lugar. Na próxima rodada, o Rubro-Negro terá o clássico contra o Paraná Clube, sábado, na Vila Capanema.

O jogo

Em um duelo que pode marcar a despedida do Atlético de Paranaguá – o clube negocia o retorno ao Ecoestádio -, o Furacão mostrou muita disposição contra o líder da Série B e fez um bom primeiro tempo.

Com boas oportunidades criadas e movimentação rápida, o Rubro-Negro saiu na frente, aos 21 minutos. Felipe bateu, a bola desviou no atacante Marcão e matou o goleiro Michel Alves: 1 a 0.

Minutos depois, o Atlético ficou em vantagem também no número de jogadores. Após uma sequência de faltas, o meia Giovanni Augusto foi expulso de campo. Entretanto, o time da casa não soube aproveitar e deixou de matar o jogo ainda na etapa inicial.

No segundo tempo, um fato chamou a atenção. O técnico Ricardo Drubscky tirou o meia Elias e colocou o experiente Paulo Baier. A modificação irritou os torcedores do Furacão, que chamaram o comandante de burro.

Mesmo com um jogador a mais, o Furacão acabou pecando no último passe. Porém, com uma forte marcação atrás, conseguiu garantir mais uma vitória.