O torcedor atleticano não tem boas lembranças quando o assunto é Copa do Brasil. Na competição mais democrática do País, o Furacão nunca sequer passou das quartas-de-final e já protagonizou alguns vexames, como a eliminação para o Corinthians de Alagoas, em 2008.

Ontem, mais uma vez, o Rubro-Negro decepcionou e foi derrotado pelo apenas esforçado Sampaio Corrêa, que luta por uma vaga na Série D do Brasileirão. O Furacão não se encontrou em campo, deu muito espaço ao rival e o resultado poderia ter sido mais elástico, se não fosse algumas boas defesas do goleiro Rodolfo. O agravante ainda é que o time de Curitiba jogou praticamente o segundo tempo inteiro com um jogador a mais em campo e nem assim conseguiu o empate. Porém, mesmo com o revés, se o Atlético vencer o jogo de volta por 1 a 0 estará classificado para segunda fase.

Dentre os grandes que estrearam ontem na competição, o Atlético foi o único a protagonizar uma zebra. O Grêmio também quase se deu mal, mas conseguiu virar um resultado de 2 a 0 contra o River-Plate-SE e venceu por 3 a 2. O São Paulo também teve dificuldades, mas venceu o Independente-PA por 1 a 0. O Paraná, que estava há mais de 100 dias sem jogar, conseguiu um empate. O Tricolor foi valente e no fim do jogo buscou a igualdade contra o Luverdense.