Com muitas novidades em campo – estréias de Ferreira, Júlio César e Galatto no Brasileirão -, o Atlético não conseguiu repetir a boa atuação da rodada anterior e foi derrotado pela Portuguesa, por 1 a 0, na noite de ontem, em São Paulo. Apesar de ter feito um bom primeiro tempo, na etapa complementar o Furacão caiu muito de produção e sequer arrematou ao gol lusitano. O jogo foi definido em uma bobeada da defesa rubro-negra logo no início da partida. Com a derrota, o Atlético caiu para a 8.ª posição e na próxima rodada enfrenta o Grêmio, em Porto alegre.

Querendo quebrar o tabu de nunca ter vencido a Lusa no Canindé, O Atlético recebeu um duro golpe a menos de um minuto de jogo. O ex-lateral rubro-negro Edno cobrou escanteio da esquerda e Washington se antecipou a Danilo, cabeceando forte para abrir o placar. O Furacão sentiu a pressão e cinco minutos depois quase levou o segundo gol, novamente em uma cabeçada de Washington.

Após o susto, o time paranaense se equilibrou em campo e começou a mostrar todo o trabalho desenvolvido por Roberto Fernandes durante a semana. Com rápidas trocas de passes envolveu a Lusa e passou a ameaçar o gol defendido por André Dias. Teve boas oportunidades com Netinho, em cobranças de falta, e em arremates de Marcelo Ramos, Nei e Júlio César.

Aliás, os primeiros 45 minutos do novo atacante atleticano foram muitos bons. Júlio César se movimentou muito e abriu espaços na defesa adversária. Também demonstrou muita raça, disputando cada bola no ataque.

Ao mesmo tempo que partia pra cima em busca do empate, o Furacão dava chances de contra-ataque à Portuguesa. Nas costas de Piauí, a equipe paulista criou boas oportunidades com destaque às chegadas de Diogo e Patrício.

Para a etapa complementar, o treinador rubro-negro retirou Piauí, que não estava bem, e promoveu a estréia de Marcio Azevedo na lateral-esquerda. O Atlético permaneceu tentando pressionar o adversário. Tinha mais posse de bola, mas não arrematava em gol.

Em busca de um maior número de finalizações, Pedro Oldoni substituiu o apagado Marcelo Ramos, aos 21 minutos. Porém a intenção de Roberto Fernandes em empurrar a Lusa para seu campo deu errado um minuto após a troca. Alan Bahia foi expulso e as pretensões atleticanas de reação terminaram.

1.º turno – 6.ª Rodada

Portuguesa 1 x 0 Atlético

Local: Estádio Canindé

Portuguesa: André Luís, Patrício, Bruno Rodrigo, Hallison e Bruno Recife; Dias, Gavilan, Preto (Carlos Alberto aos 43° do 2.º ) e Edno; Diogo (Vaguinho aos 48° do 2.º)e Washington (Rogério aos 29° do 2.º).

Técnico: Vagner Benazzi

Atlético: Galatto, Nei, Danilo, Antônio Carlos, Piauí (Márcio Azevedo, no intervalo), Valencia, Alan Bahia, Netinho, Ferreira (Willian aos 40° do 2.º), Julio César e Marcelo Ramos (Pedro Oldoni aos 21° do 2.º) .

Técnico: Roberto Fernandes 

Árbitro: Elmo Alves Resende Cunha (GO)

Assistentes: Jesmar Benedito Miranda de Paula (GO) e Flávio Gilberto Kanitz (GO)

Gols: Washington a 1° do 1.º tempo

Cartões amarelos: Piauí, Nei (A), Washington (P)

Cartão vermelho: Alan Bahia aos 22° do 2.º (A)