Depois do bom futebol apresentado nas últimas rodadas, o meia Bernard vai ter mais chance de marcar o seu primeiro gol pelo time profissional do Atlético Mineiro. Neste sábado, ele vai ser deslocado de sua posição original para compor o ataque alvinegro ao lado de André para enfrentar o Figueirense, em partida marcada para as 19 horas, no estádio Orlando Scarpelli, em Florianópolis.

A cinco rodadas do fim do Campeonato Brasileiro, o Atlético conseguiu se distanciar um pouco da zona de rebaixamento – o time mineiro está na 14.ª posição, com 39 pontos, cinco a mais que o Cruzeiro, o primeiro no grupo da degola.

Mas, se quiser manter afastado o risco de queda, terá que segurar o Figueirense, o sexto colocado da competição, com 53 pontos, cinco a menos que o líder Corinthians, e invicto há 12 partidas. “Sabemos da importância do jogo. É um adversário difícil, que terá o apoio da torcida. Se entrarmos (em campo) desligados, quando for ver, eles podem estar na frente”, alertou o lateral-esquerdo Triguinho, que já atuou na equipe catarinense.

E é justamente para cumprir a difícil missão que o técnico Cuca optou por avançar Bernard, já que o treinador não pode contar com os atacantes Neto Berola, suspenso, e Guilherme, que está em tratamento de um estiramento muscular na coxa direita. Com o jovem meia no ataque, Richarlyson ganha nova chance entre os titulares.

Além disso, o técnico também teve que fazer alterações na defesa em relação à equipe que venceu as últimas três partidas. O zagueiro Leonardo Silva também está suspenso para a partida da 35.ª rodada e vai dar lugar a Werley, que havia sido sacado do grupo titular. Durante a semana, o meia Pierre sentiu dores musculares e chegou a ser poupado de treinos, mas também está confirmado para o confronto.