São Paulo – Jogando no Mineirão, ontem, Corinthians e Atlético-MG empataram em 2 x 2 e somaram apenas um ponto na classificação geral da competição. Ambas equipes somam quatro pontos, mas o time paulista termina a rodada na frente do mineiro por ter um vitória na competição, primeiro critério de desempate.

Os gols foram marcados por Alex Mineiro e Tucho para o Galo, e Fabinho e Rogério para o Timão. Agora, o time de Bonamigo descansa no meio de semana, enquanto o de Oswaldo de Oliveira encara o Vitória pela Copa do Brasil.

O jogo era importante para as duas equipes, que somavam apenas três pontos e precisavam de uma vitória para tentar embalar na competição. Por isso, as equipes começaram se estudando, sem arriscar muitas subidas ao ataque.

O primeiro lance de perigo foi do time da casa, que arriscou com chute de longe de Marquinhos. Pouco depois, Quirino arrancou pelo meio e tocou para Alex Mineiro, que chutou fraco e a bola parou nas mãos de Fábio Costa.

Porém aos 30, o goleiro corintiano não conseguiu evitar o gol. Alex Mineiro recebeu cruzamento de Renato e abriu o placar no Mineirão. Preocupado que sua equipe, mais uma vez, não tinha um homem de ligação entre o meio-campo e o ataque, Oswaldo de Oliveira resolver alterar a equipe ainda na primeira etapa de jogo, sacando Piá e colocando o garoto Jô.

A mudança não evitou a empolgação do Galo dentro de campo, que continuou pressionando. O Corinthians só ameaçou no final do primeiro tempo, quando Jô acertou um chute forte de fora e obrigou Eduardo a fazer uma grande defesa.

Na etapa final, o time do Parque São Jorge voltou melhor. E aos 7min, Renato cobrou falta da direita e Fabinho subiu sozinho para empatar. O gol mudou a partida e o Corinthians passou a ir para cima do Galo. E pouco depois, Marcelo Ramos invadiu a área e foi derrubado. Pênalti que Rogério converteu para o Timão.

O jogo era ruim tecnicamente, mas as equipes levavam perigo aos goleiros. Aos 18min, um susto na torcida corintiana. Marquinhos bateu escanteio, André Luiz cabeceou e Alex Mineiro desviou, mas a bola bateu na trave. Aos 26, de novo perigo atleticano. Alessandro cruzou e Quirino subiu sozinho para cabecear, mais uma vez, na trave. E aos 39min, Tucho resolveu acertar as redes. O jogador cobrou falta da esquerda e marcou um golaço para deixar tudo igual no Mineirão.

Ficha técnica

Atlético-MG: Eduardo; Alessandro, Adriano (Wágner), André Luiz e Marquinhos; Zé Luís, Márcio Araújo, Renato e Dejair (Tucho); Alex Mineiro e Quirino. Técnico: Paulo Bonamigo.

Corinthians: Fábio Costa; Rogério, Anderson, Valdson e Renato; Wendel, Fabinho, Rincón (Betão) e Piá (Jô); Gil e Marcelo Ramos. Técnico: Oswaldo de Oliveira.

Gols: Alex Mineiro aos 30 do 1.º tempo, Fabinho aos 7, Rogério aos 14 e Tucho aos 39 do 2.º tempo.

Local: Mineirão. Público: 5.619 pagantes. Renda: R$ 45.512,20.

Cartões amarelos: Rincón, Zé Luís e Betão.

Goleiro do Timão vai parar na delegacia após o jogo

AE

Belo Horizonte – O goleiro Fábio Costa foi acusado de tentar agredir um cinegrafista de uma emissora de TV de Minas Gerais, após a partida de ontem entre Corinthians e Atlético-MG. A acusação foi feita pela repórter Ana Paula, da TV Horizonte. O goleiro afirma que foi provocado.

De acordo com a repórter, o problema começou quando ela tentou entrevistar Fábio Costa. “Ele me disse que não queria naquele momento. O meu auxiliar disse: ?Também, no time do Corinthians? e ele tentou agredi-lo com socos e pontapés. Felizmente o auxiliar conseguir correr??, afirmou Ana Paula, que não revelou o nome do auxiliar.

Ela reclama, também, que foi agredida verbalmente por Fábio Costa e denunciou o goleiro ao capitão da PM mineira Fábio Lima. A polícia localizou o jogador já no ônibus do Corinthians e obrigou-o a descer. O auxiliar e a repórter estavam dispostos a fazer boletim de ocorrência contra o goleiro, que também decidiu registrar B.O. contra os acusadores.

“Jornalista tem que fazer o seu trabalho e não agir como torcedor. Se quiser agir como torcedor tem que ir para a arquibancada??, esbravejou Fábio Costa, que há cerca de dois meses deu outro sinal de descontrole emocional ao jogar seu carro contra o fotógrafo Sebastião Moreira, do Estado, após treino do Corinthians.

Quem também voltou a brigar com um jornalista ontem foi o colombiano Rincón. No intervalo, ele discutiu com um repórter da TV Globo que tentou entrevistá-lo e disse que o jornalista estava lhe provocando. No domingo anterior, no intervalo do jogo em que o Corinthians levou 4 a 0 do Palmeiras, Rincón quase agrediu o repórter Roberto Carmona, da Rádio Transamérica.