O Atlético Mineiro oficializou, no final da noite desta terça-feira, a contratação do atacante argentino Lucas Pratto, do Vélez Sarsfield. O clube confirmou que selou um acordo de quatro anos com o jogador de 26 anos, que foi revelado pelo Boca Juniors e foi um dos principais destaques da última edição do Campeonato Argentino.

Ao oficializar a contratação, o novo presidente eleito do Atlético, Daniel Nepomuceno, adotou o estilo do seu antecessor no cargo, Alexandre Kalil, ao festejar o fato de que o clube ganhou a disputa que travava com outros times para contratar o jogador, que também estava na mira do arquirrival Cruzeiro.

“Não é uma Copa do Brasil… mas nem Palmeiras, nem Corinthians, nem Flamengo e nem Cruzeiro. Lucas Pratto é do Galo!!!”, escreveu o dirigente em sua página no Twitter, enumerando equipes eliminadas pelos atleticanos na última Copa do Brasil, em campanha rumo ao título inédito para o time.

O Atlético e o Vélez não revelaram os valores da negociação que levou Pratto à Cidade do Galo, mas veículos da imprensa argentina noticiaram nos últimos dias que o clube brasileiro desembolsará cerca de US$ 5 milhões (aproximadamente R$ 13,6 milhões), sendo que o acordo prevê que o Vélez receberá 20% do valor em uma possível futura negociação.

Oficializado como reforço, o atacante agora é esperado na capital mineira para realizar os exames médicos e assinar contrato por quatro temporadas. Além do Vélez e do Boca, o atleta defendeu em sua carreira o Tigre e o Unión Santa Fé, ambos também da Argentina, o Lyn, da Noruega, o Genoa, da Itália, e a Universidad Católica, do Chile.