Foto: Ciciro Back/Tribuna
Lucas Piasentin é a novidade na equipe do técnico Ivo Secchi. Ele vai substituir Alex, que está suspenso.

O Atlético enfrenta hoje o Cascavel com um objetivo nada modesto. Após bater a Portuguesa Londrinense por 1 a 0 e acabar com a série de derrotas em casa, o Rubro-Negro vai ao interior em busca da liderança do Paranaense. Nada demais, se o clube não estivesse disputando o torneio com o time reserva. O jogo está marcado para as 16h, no Estádio Olímpico Regional.

Atual quarto colocado, com sete pontos, o Atlético precisa da vitória para assumir a ponta. Além disso, tem que torcer por tropeços de Cianorte, Paranavaí e Galo Adap.

A disputa pela liderança dá moral aos jogadores que integram o time B do Furacão. Afinal, eles estão à frente das equipes titulares dos rivais Paraná e Coritiba. ?Acho que todos estão cientes que essas oportunidades que estamos tendo são muito importantes. Não estamos no melhor das nossas condições físicas, mas podemos embalar na competição?, garante o meia Evandro.

Apesar da boa posição na tabela, o Atlético ainda não conseguiu agradar a torcida. Mesmo com a vitória de 1 a 0 sobre a Lusinha, na última quarta-feira, o time deixou o gramado da Baixada sob fortes vaias. Por isso, além de uma vitória, o time vai em busca de uma atuação convincente esta tarde. ?O torcedor tem que ver que estamos formando um time. Muitos garotos subiram agora das categorias de base. Ainda vamos melhorar muito?, garante o zagueiro Gustavo.

Para o time vencer e jogar bem, o técnico Ivo Secchi aposta no entrosamento. O zagueiro Alex, suspenso pelo terceiro cartão amarelo, é o único desfalque. Sua ausência abre espaço para o garoto Lucas Piasentin, 20 anos, que fará sua estréia entre os profissionais. O restante do time é o mesmo que enfrentou a Portuguesa Londrinense.

Para a turma do Ventania, o jogo é uma das últimas oportunidades para garantir um lugar entre os relacionados para a estréia na Copa do Brasil. No próximo domingo, quem assume a disputa do Estadual é o Furacão, sob o comando de Vadão. Antes disso, o time B ainda enfrentará o Londrina, na quarta-feira.

Ataque da Cobra está devendo

O ataque é o principal problema do Cascavel na disputa do Paranaense. Com apenas dois gols marcados nas quatro primeiras rodadas, o clube está em busca de reforços para a posição. ?E não adianta ser mais um. Queremos solução?, avisa o técnico Lourival Santos, que já indicou três nomes.

Mas, para enfrentar o Atlético, Lourival terá que se contentar com o que já tem em mãos. Jânio e Neto mais uma vez formarão a linha de frente da Cobra. A única dúvida do treinador está no meio-de-campo. Gilmar e Rodrigo Caldeira disputam o posto de primeiro volante.

CAMPEONATO PARANAENSE 2007

1.ª fase  5.ª rodada

CASCAVEL x ATLÉTICO

Cascavel 

Gledson; Michel, Tiago Soler, João Renato, Fabiano e Tita; Gilmar (Rodrigo Caldeira), Grafite e Gildásio; Jânio e Neto. Técnico: Lorival Santos

Atlético 

Vinícius; Gustavo, Lucas Piasentin e Erandir; Rogerinho, Chico, Wellington, Evandro e Rodrigo Crasso; Rodrigão e Jonatas. Técnico: Ivo Secchi.

Árbitro: Marcos Daniel Camargo 

Assistentes: Gilson Pereira e Francisco Costa Freita

Local: Olímpico Regional, em Cascavel (PR)

Horário:16h