Dono de um dos piores ataques da Série B, o Atlético vai encarar a pior defesa hoje. O Ipatinga já tomou 42 gols e tem uma média de 2,1 gol por partida.

Nas últimas rodadas, a fragilidade da zaga não refletiu em derrota, mas pode abrir a chance de o Furacão melhorar seu ataque, hoje com apenas 24 gols. Para tentar mudar este panorama, Ricardo Drubscky está cobrando os homens de frente e todo o grupo para acertar mais a pontaria. Além disso, o time passará por mudanças contra o Ipatinga. Marcão deve ganhar um companheiro de ataque, nome que é mantido em sigilo por Ricardo Dubscky, que espera ter um desempenho melhor com as mudanças.

“Eu sempre estou falando com os jogadores como melhorarmos o nosso estilo de jogo e a forma de articular mais as jogadas. As mudanças que são feitas servem para aprimorar o nosso grupo”, disse o treinador.

Dentre as mudanças, Henrique pode ser colocado mais à frente para jogar com Marcão no ataque. Com isso, Elias deixa o time e Zezinho ganha nova chance, dando ainda mais criatividade ao meio de campo e podendo subir para ajudar na frente. No banco, Ricardo terá ainda Ricardinho, Tiago Adan e Marcelo como opção para o ataque.