Mesmo com a vitória frente ao Coritiba neste domingo, o Atlético acabou rebaixado para a Série B de 2012. Com uma campanha medíocre nesta temporada, o Furacão volta para o segundo patamar do futebol brasileiro, após 16 anos na elite.

Apesar do rebaixamento, o clube deverá sofrer uma pequena queda no seu lucro, já que as cotas de TV serão as mesmas para o ano que vem. Graças a um acerto com a Rede Globo, o Rubro-Negro só terá uma queda no dinheiro recebido pelas transmissões dos jogos caso continue na Segunda Divisão em 2013.

De acordo com o vice-presidente do clube, Diogo Fadel Braz, a queda para a Série B deverá trazer prejuízos apenas com patrocinadores. “Nós temos um contrato de televisão que não traz prejuízo financeiro. Transferência de jogadores também não deverá interferir. Acredito que a torcida não irá abandonar o time”, afirmou o dirigente.

Entretanto, o clube deverá ter certo prejuízo financeiro com os torcedores, já que não contará com a Arena da Baixada no próximo ano. O estádio estará sendo reformado para se adequar ao caderno de encargos da Fifa, visando a Copa do Mundo de 2014.