Principal astro do basquete mundial na atualidade, LeBron James será a grande atração do jogo entre Cleveland Cavaliers e Miami Heat, que acontecerá no dia 11 de outubro, no Rio, como parte da pré-temporada da NBA. Os próprios jogadores das duas franquias reconhecem que ele será o destaque em quadra, principalmente por ser o seu reencontro com a ex-equipe.

LeBron defendeu o Cavaliers em suas primeiras sete temporadas na liga norte-americana de basquete, mas, numa polêmica atitude, foi para o Heat em 2010, ficando lá por quatro anos, período em que foi campeão duas vezes. Agora, resolveu voltar para a equipe de Cleveland, que, com isso, passou a ser favorita ao título da NBA, ocupando o posto que antes era da franquia de Miami.

Em videoconferência na tarde desta sexta-feira, o ala/pivô Chris Bosh já avisou que LeBron, agora seu adversário, não terá facilidade diante do Heat. Ele contou também que, com a saída do amigo, passou a ter maior responsabilidade na equipe de Miami. “Vou ter de trabalhar muito e ficar na quadra por mais tempo. A expectativa do time e do técnico quanto a mim aumentaram com a saída de LeBron. Agora, terei de ser um líder, e mais agressivo”, explicou o jogador.

Pelo lado dos Cavaliers, o ala/pivô Shawn Marion revelou que a chegada de LeBron pesou em sua decisão de trocar o Dallas Mavericks pelo time de Cleveland nesta temporada. “Achei que eu teria mais condições de ser campeão de novo. Nossa equipe tem outros campeões e experiência é importante”, afirmou o jogador, que conquistou o título na temporada 2010/2011.

Ambos os atletas mostraram-se animados com a possibilidade de jogar no Rio. “É minha estreia neste time. O Rio é uma das minhas cidades favoritas na América do Sul. Além disso, sei que no Brasil os torcedores costumam ser muito animados”, disse Marion. “Vai ser minha primeira vez no Brasil, será um prazer. Sei que no País tem muita gente que ama o basquete”, declarou Bosh.

O confronto entre as duas equipes está marcado para o dia 11 de outubro na HSBC Arena, localizada na Barra da Tijuca, zona oeste do Rio. A NBA, por meio de sua assessoria, informou que os 14 mil ingressos colocados à venda já estão esgotados.