O Athletico vai ter pesadelos com a Arena do Grêmio. Somente dez dias depois de perder o jogo de ida da semifinal da Copa do Brasil, o Furacão voltou a Porto Alegre neste sábado (24) e, agora pelo Brasileirão e diante de um time todo reserva do Grêmio, perdeu por 2×1, somou sua segunda derrota seguida, permaneceu com 22 pontos na nona posição, segue longe do G6 e ainda pode cair mais na classificação com o complemento da rodada. O Rubro-Negro terá agora uma semana de descanso até o duelo contra o Ceará, sábado que vem, na Arena da Baixada.

Diante de um time todo reserva do Grêmio, o Athletico iniciou o jogo sonolento e tomou o primeiro gol logo aos três minutos. A falha foi coletiva. Primeiro errou o volante Wellington, no meio de campo. Na sequência da jogada, Léo Cittadini e Lucas Halter se atrapalharam dentro da área, Diego Tardelli roubou e deixou Luan livre para abrir o placar em Porto Alegre.

+ Veja como foi o jogo entre Grêmio e Athletico!

O Athletico, depois do golpe sofrido no começo da partida, precisou despertar. O Furacão tentou marcar o Grêmio no campo de ataque, mas passou a dar espaços, sobretudo porque o tricolor gaúcho tinha uma transição rápida para puxar os contra-ataques. Só que mesmo correndo esse risco, o time atleticano foi o dono das melhores chances do primeiro tempo. Aos 20 minutos, Rony cruzou e o ex-rubro-negro Rafael Galhardo salvou os donos da casa.

Com mais posse de bola e com o Grêmio jogando todo atrás da linha da bola, o Athletico seguiu melhor. O gol de empate parecia ser questão de tempo e o goleiro Julio César passou a se tornar o nome do primeiro tempo. Aos 36, Marcelo Cirino lançou Vitinho e o goleiro gremista fez grande defesa. Na sequência, Cirino cruzou, Rony fez o corta luz e Márcio Azevedo, livre, chutou forte para outra boa intervenção de Julio César.

Athletico encara o Grêmio em Porto Alegre. Foto: Jeferson Guareze/Estadão Conteúdo
Athletico não conseguiu superar os reservas do Grêmio. Foto: Jeferson Guareze/Estadão Conteúdo

O jogo ficou aberto nos minutos finais do primeiro tempo. Quando o Grêmio foi ao ataque e errou, o Athletico teve a chance com Rony no contra-ataque, mas o camisa 7, na cara do gol, errou o alvo. Mas o time atleticano poderia ter ido para o intervalo com um prejuízo ainda maior. Já nos acréscimos, Thaciano bateu cruzado e o goleiro Santos evitou o segundo gol gremista.

O Athletico voltou do intervalo disposto a transformar sua maior posse de bola em gols no segundo tempo. E foi isso o que fez o Furacão. Aos dois minutos, em contra-ataque rápido puxado por Bruno Guimarães, Marcelo Cirino passou fácil por Paulo Miranda, cruzou e Rony, de voleio, mandou sem chances para Julio César e fez um golaço na Arena do Grêmio.

Quando o jogo parecia que iria ficar a caráter para o Athletico, o Grêmio aproveitou mais uma falha defensiva para ficar em vantagem novamente. Aos seis minutos, Rafael Galhardo cruzou e Thaciano, livre entre os zagueiros, subiu livre para cabecear e fazer o segundo do tricolor gaúcho.

O jogo, então, ficou mais equilibrado. O Athletico já não conseguia ser tão intenso como nos primeiros 45 minutos. Mesmo assim, seguiu criando boas alternativas para empatar a partida. Aos 14, Rony roubou a bola no ataque, bateu cruzado e, depois do desvio na defesa, Vitinho tentou e David Braz evitou a igualdade do Furacão.

+ Confira a tabela e a classificação do Brasileirão!

A entrada de Tomás Andrade no lugar do volante Wellington deixou o Athletico um pouco mais exposto. E o Grêmio, já com o equilíbrio das ações, aproveitou disso e teve grande chance de definir o jogo. Aos 28 minutos, Patrick, que tinha acabado de entrar, sofreu pênalti de Márcio Azevedo. Na cobrança, Diego Tardelli bateu fraco e facilitou a defesa do goleiro Santos.

O Athletico, então, seguiu buscando o empate. Ao mesmo tempo em que perdeu um pouco o meio de campo com a saída de Wellington, o Furacão ganhou força ofensiva com Braian Romero, que entrou na vaga de Vitinho. Mas mesmo com mais alternativas no ataque, o time atleticano parou na boa marcação do Grêmio e amargou a segunda derrota seguida no Campeonato Brasileiro.

Ficha técnica

BRASILEIRÃO
1º Turno – 16ª Rodada

GRÊMIO 2X1 ATHLETICO

Grêmio
Julio César; Rafael Galhardo, Paulo Miranda, David Braz e Juninho Capixaba; Rômulo, Thaciano e Luan (Darlan); Pepê, Diego Tardelli (Michel) e Luciano (Patrick).
Técnico: Renato Gaúcho

Athletico
Santos; Khellven, Léo Pereira, Lucas Halter e Márcio Azevedo (Abner Vinicius); Wellington (Tomás Andrade); Vitinho (Braian Romero), Bruno Guimarães, Léo Cittadini e Rony; Marcelo Cirino.
Técnico: Tiago Nunes

Local: Arena do Grêmio (Porto Alegre-RS)
Árbitro: Bruno Arleu de Araújo (RJ)
Assistentes: Rodrigo Figueiredo Henrique Correa (Fifa-RJ) e Carlos Henrique Alves de Lima Filho (RJ)
VAR: Rodrigo Nunes de Sá (RJ)
Gols: Luan, 3 do 1º; Rony, 2, Thaciano, 6 do 2º
Cartões amarelos: Rômulo, Luciano, Juninho Capixaba (GRE); Léo Pereira (CAP)
Renda: R$ 355.594,00
Público pagante: 10.788
Público total: 12.748